Por Dentro da Inteligência dos Papagaios

Neurocientistas canadenses constataram que a impressionante convergência de habilidades cognitivas complexas encontradas entre papagaios e primatas é acompanhada por mudanças convergentes no tamanho de certas estruturas encefálicas. Entre as habilidades cognitivas complexas dos papagaios podemos citar: fabricação de ferramentas, auto-reconhecimento ao espelho, permanência de objeto, metacognição,  aprendizagem vocal e cognição social complexa. Segundo o estudo , os papagaios têm um telencéfalo relativamente grande, semelhante em tamanho aos primatas e, assim como nos primatas, acredita-se que essa expansão do telencéfalo reflita habilidades cognitivas. Embora aves e mamíferos compartilhem muitas semelhanças na estrutura cerebral, as vias cortico-cerebelares diferem acentuadamente entre os dois clados. 


Pesquisadores do Instituto de Neurociência e Saúde Mental da Universidade de Alberta, no Canadá, constataram que a impressionante convergência de habilidades cognitivas complexas apresentadas entre papagaios e primatas é acompanhada por mudanças convergentes no encéfalo, tais como: aumento do tamanho do cérebro, do telencéfalo e de áreas associativas do telencéfalo.
Entre as habilidades cognitivas complexas que os papagaios apresentam, podemos citar: fabricação de ferramentas, auto-reconhecimento ao espelho, permanência de objeto, metacognição, teoria da mente, aprendizagem vocal, viagem mental no tempo e cognição social complexa. Esse conjunto de comportamentos cognitivos é compartilhado apenas por corvídeos e primatas. Em aves e mamíferos, a evolução convergente dessas habilidades cognitivas tem sido associada a mudanças convergentes no cérebro, incluindo um aumento no tamanho de todo o córtex/telencéfalo e/ou partes específicas do mesmo, como o córtex pré-frontal (CPF) em mamíferos ou as áreas associativas do pálio nas aves, por exemplo. Nos últimos anos, tem sido cada vez mais reconhecido que habilidades cognitivas complexas (ou qualquer comportamento) não podem ser atribuídas a uma única estrutura cerebral; ao contrário, eles surgem de sistemas neurais distribuídos . No caso dos primatas, evidências crescentes sugerem que o cerebelo e as vias cortico-cerebelares desempenham um papel essencial em habilidades cognitivas complexas como as mencionadas acima . Nesse sentido, a expansão do córtex em primatas tem sido acompanhada por um aumento no tamanho do cerebelo e diferentes componentes das vias cortico-cerebelares, em particular, o circuito entre o CPF e o cerebelo, que inclui os núcleos pontinos e partes do tálamo.
Segundo o estudo publicado esta semana na Scientific Reports, os papagaios têm um telencéfalo relativamente grande, semelhante em tamanho aos primatas e, assim como nos primatas, acredita-se que essa expansão do telencéfalo reflita habilidades cognitivas. Embora aves e mamíferos compartilhem muitas semelhanças na estrutura cerebral, as vias cortico-cerebelares diferem acentuadamente entre os dois clados. Nos primatas, um dos maiores circuitos no cérebro se origina no córtex e se projeta para o cerebelo através dos núcleos pontinos. O cerebelo, em seguida, fornece feedback para o córtex através de projeções dos núcleos do cerebelo para o tálamo. Em contraste, um sistema cortico-ponto-cerebelar parece ser pouco desenvolvido em aves. Aves têm projeções do telencéfalo semelhante ao trato piramidal dos mamíferos, mas isso também é pouco desenvolvido, conforme apontam os resultados da pesquisa.
Para a realização desse estudo, os pesquisadores examinaram 100 espécies diferentes de aves, incluindo os papagaios. Para todos os espécimes, a cabeça foi retirada e fixada por imersão em paraformaldeído a 4% em tampão fosfato 0,1 M (PB). O cérebro foi então extraído, pesado, crioprotegido em sacarose a 30% em tampão fosfato e seccionado no plano coronal em um micrótomo na fase de congelamento com uma espessura de 40 μm. As seções foram coletadas em PB de 0,1 M, montadas em lâminas gelatinizadas, coradas com tionona e lamínulas. Fotomicrografias de cada segunda ou quarta seção foram feitas ao longo da extensão rostrocaudal de cada núcleo usando uma câmera mono de 12 bits e sistema OPENLAB Imaging ligado a um microscópio de luz composto. Para alguns cérebros, imagens de seções completas foram obtidas com um scanner de slides digital.
A pesquisa encontrou que a correlação entre o cerebelo e o telencéfalo não apenas imita a encontrada em primatas , mas também em tubarões, o que sugere que uma evolução correlacionada dessas duas estruturas pode ser amplamente difundida entre os vertebrados. Os resultados sugerem ainda que os cérebros dos papagaios podem ser únicos entre as aves em ter um núcleo expandido que conecta o pálio associativo com o cerebelo: o núcleo espiriforme medial (SpM, na sigla em inglês). Isto sugere que, como nos primatas, as vias telencéfalo-cerebelares desempenham um papel importante no controle de comportamentos complexos. 
Para saber mais, clique nos links acima

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

A Importância Ecológica das Baratas

Sensibilidade e Especificidade