Uma Exploração que vem de Longa Data

Na véspera de se comemorar os 509 anos do descobrimento (!?!) do Brasil não podemos esquecer que as raízes da nossa atual crise ambiental estão fundamentadas em antecedentes históricos que vêm desde o tempos coloniais. De acordo com relatos de alguns historiadores, em 1511, a nau Bertoa já havia iniciado o processo de exploração de nossos recursos naturais quando retornou a Portugal levando 5.000 toras de pau-brasil, 22 tuins e 15 papagaios. As naus portuguesas que deixavam o país costumavam levar em seus porões aproximadamente 3.000 peles de onças e 600 papagaios em média, para abastecer a vaidade da nobreza européia que considerava de muito bom gosto usar chapéus ornados com penas coloridas de aves tropicais e usar roupas feitas de pele animais silvestres. Revisando a nossa história percebemos que o olhar estrangeiro de cobiça sobre a nossa biodiversidade foi despertado logo no início do processo de colonização, até mesmo nos relatos de Pero Vaz de Caminha, e se perpetua até hoje através da atividade da biopirataria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade