Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

Gripe Suína: A Revolta da Vacina

Imagem
Apesar do Ministério da Saúde reafirmar que a vacina contra a influenza A (H1N1)- mais popularmente conhecida como gripe suína- é necessária e segura, muita gente ainda prefere acreditar na existência de uma verdadeira conspiração em torno dessa campanha de vacinação. Mesmo sabendo que o novo vírus já está presente em pelo menos 213 países e matou mais de 16 mil pessoas em todo o mundo no ano passado, os e-mails contra a vacinação continuam circulando. No Brasil, embora a grande maioria das pessoas com suspeita de gripe tenha tido doença leve e se recuperado sem dificuldade , houve grupos da população que foram atingidos de maneira mais importante. São esses grupos que serão vacinados: os 4 recomendados pela OMS( trabalhadores de serviços de saúde, gestantes, indígenas e doentes crônicos) mais 3 incluídos pelo Ministério da Saúde (crianças entre 6 meses e 2 anos de idade e adultos de 20 a 29 anos e de 30 a 39 anos). Em entrevista ao Jornal Destak (25/03/2010), o ministro José Gomes Temp…

Impressões Bacterianas

Imagem
Com ajuda da microbiologia, peritos forenses podem em breve ganhar uma nova ferramenta para ajudar a identificar suspeitos de crimes. Um estudo publicado esta semana mostrou que as bactérias que vivem na pele humana (como a Staphylococcus aureus da foto) são 'personalizadas', ou seja, cada indivíduo possui uma composição única de comunidades desses microrganismos. Como essas bactérias podem persistir inalteradas nos objetos manuseados ao longo de dias, é possível identificar indivíduos a partir da ’impressão microbiana’ exclusiva deixada por ele nesses objetos. Estudos anteriores já haviam mostrado que apenas 13% das bactérias geralmente encontradas na palma das mãos são compartilhadas por duas pessoas. A partir desse dado, pesquisadores da Universidade de Colorado em Boulder (EUA) decidiram investigar se a composição de comunidades bacterianas podia funcionar como uma espécie de ‘impressão digital’ para cada indivíduo. A análise de teclados e mouses de computadores mostrou que …

Aves que Derrubam Aviões

Imagem
Nos últimos anos, o número de acidentes aéreos causados por aves que vivem ou procuram por alimentos junto à  pista de aeroportos tem crescido assustadoramente. Dentre as aves que estão nesta categoria temos as garças-vaqueiras (foto), os quero-queros, os urubus e  gaviões de diversas espécies. A entrada de uma dessas aves nas turbinas ou a colisão com a cabine de comando das aeronaves constituem os principais riscos à navegação aérea. Em face à esses problemas, o CEMAVE/IBAMA elaborou o Plano de Ação Emergencial para Controle do Perigo Aviário (PAE) que prevê atividades relacionadas ao monitoramento e controle das espécies que constituem risco ao tráfego aéreo em diversas partes do Brasil. Há uma semana o Aeroporto Internacional Tom Jobim no Rio de Janeiro  está testando falcões controlados por controle remoto. O robô imita a ave e assusta urubus e outros pássaros que atrapalham o tráfego aéreo. os primeiros resultados são bons, e,  se aprovados, os serviços do fabricante serão contr…

A Conspiração da Gripe Suína

Imagem
Uma série de e-mails  tem circulado na internet dizendo que a vacina contra a gripe suína é perigosa e contém substâncias tóxicas. Ontem (17/03/2010), o Ministério da ´Saúde negou as informações. "A vacina é eficaz, segura e protege a população. E-mails irresponsáveis como esses ocorrem em todas as campanhas", disse o órgão em nota. Sob o título de "A Conspiração da Gripe Suína " o diretor editorial do Jornal Destak, Fábio Santos comenta este tipo de comportamento na edição de hoje (18/03/2010). Leia um trecho de sua coluna: "Recebi um e-mail alertando a não tomar a vacina contra a gripe suína, pois ela faria parte de uma conspiração contra 'toda a Humanidade'. Assim mesmo, com h maiúsculo, para não deixar dúvidas. O objetivo? Nada menos do que matar todas as pessoas que tomarem a vacina. Misturando fatos reais distorcidos e mencionando personagens controversos e desacreditados, o e-mail acusa a OMS (Organização Mundial de Saúde) de causar pânico para con…

Anvisa Reconhece o Uso de Ervas Medicinais

Imagem
A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) finalmente reconheceu o uso das ervas medicinais. Utilizadas há várias gerações, as chamadas "drogas vegetais" agora tem um manual ensinando o uso correto dessas folhas, plantas, cascas e raízes. No site http://www.anvisa.gov.br/ é possível encontrar informações completas sobre as ervas medicinais, como a forma de utilização, nomenclaturas na botãnica e popular, ação terapêutica, contraindicações e efeitos colaterais. Os benefícios das chamadas “drogas vegetais” passam de geração em geração. Quase todo mundo já ouviu falar de alguma planta, folha, casca, raiz ou flor que ajuda a aliviar os sintomas de um resfriado ou mal-estar. Unindo ciência e tradição, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) quer popularizar esse conhecimento, esclarecendo quando e como as drogas vegetais devem ser usadas para se alcançar efeitos benéficos. A medida faz parte da RDC 10, publicada nesta quarta-feira (10/03/2010). “O alho é um f…

Drogas: No Embalo das Combinações Perigosas

Imagem
A revista Veja noticiou em sua edição de 21 de outubro de 2009 que, para embalarem a noitada, jovens “montam” sua própria droga misturando mais de uma substância ilegal ou juntando-as com remédios produzidos em laboratórios farmacêuticos. A mistura pode ser fatal. A imprudência e a vontade de experimentar sensações desconhecidas vêm conduzindo os freqüentadores de clubes e raves a um comportamento de duplo risco: além de usarem nas pistas substâncias ilegais de todo tipo, muitos passaram a mistura-las com um coquetel de drogas de acesso fácil e efeitos algumas vezes devastadores. Anestésicos de uso veterinário, remédios para impotência e até medicamentos para tratamento de Aids ingressam facilmente nos clubes para serem consumidos com cocaína e comprimidos de ecstasy. Vejamos os efeitos e os riscos das principais combinações que “rolam” nas baladas pelo Brasil afora:
1- Ecstasy (MDMA) + Cocaína. Além de alucinações, o ecstasy causa euforia, que é aumentada pela cocaína. As probabilidad…

Como os Analgésicos Atuam no Corpo?

Imagem
Os analgésicos bloqueiam as substâncias (receptores sensoriais) do corpo que enviam a mensagem ao cérebro dizendo que há um foco de inflamação ou algum outro problema. Quando o cérebro deixa de receber esse aviso, a dor cessa. A origem da palavra analgésico já diz tudo: em grego, an significa "sem" e algós, dor. Um exemplo simples é o da queimadura. Assim que colocamos a mão em um local quente, antes mesmo de sentirmos a dor já desencostamos dali. Isso acontece porque as células nervosas do local queimado emitem um sinal imediato ao cérebro dizendo que há algo errado. Só então ele envia a sensação de dor. Os analgésicos comuns, desses comprados em comprimidos na farmácia, são chamados de periféricos, porque depois de ingeridos vão por todo o organismo pela circulação sanguínea. O medicamento não detecta onde está a dor. Como ele está espalhado pelo sangue, o local que tem a dor absorve o remédio, explica o médico e farmacologista Sérgio Henrique Ferreira, da Faculdade de Medic…

Os Segredos do Cavalo Marinho

Imagem
Além da sua beleza, os cavalos-marinhos chamam a atenção por seu sistema reprodutivo peculiar, que se caracteriza pela incubação dos embriões em desenvolvimento dentro do corpo do macho. Descobertas recentes esclareceram alguns dos ’segredos‘ associados a essa forma única de reprodução e nos deram pistas importantes sobre alguns aspectos da biologia do desenvolvimento, inclusive de nossa espécie. Os cavalos-marinhos e seus parentes, os peixes-pipa, pertencem à família dos singnatídeos, um grupo taxonômico que se reproduz por viviparidade. Essa forma de desenvolvimento é encontrada em todos os grupos de vertebrados, com exceção das aves, mas é pouco comum entre os peixes. A viviparidade é definida como o nascimento de filhotes bem desenvolvidos e ativos e está associada com a fecundação interna e o desenvolvimento embrionário e fetal no interior do corpo de um dos pais. Os organismos em que ocorre esse tipo de incubação têm custos energéticos elevados e riscos maiores de predação. Embora …

Conhecendo o PET Scan

Imagem
PET scan (sigla em inglês para Positron Emission Tomography, ou tomografia por emissão de pósitrons) é uma das aplicações da medicina nuclear. Em vez de enviar um feixe de energia pelo corpo para revelar o que está dentro dele como faz a tomografia computadorizada, a medicina nuclear em geral utiliza fluidos ligeiramente radiativos que são infundidos ou ingeridos pelo paciente para encontrar tumores, pequenas fraturas ósseas ou outras anomalias. A substância radiativa, chamada de marcador, é formulada para coletar dados em uma área de interesse ou se acoplar a um tumor ou outra anomalia. Uma câmera que consegue detectar radiação de baixo nível vê o acúmulo do marcador como um ponto de acesso. Os marcadores também são usados para monitorar alguns pacientes de câncer para recorrências após o tratamento, já que talvez seja possível localizar tumores microscópicos. Um PET scan tem alguma similaridade com as tomografias computadorizadas. Um anel de detectores localiza as emissões radiativas…

Docência: Uma Carreira Desprestigiada

Imagem
Sim, o professor é fundamental para a sociedade e exerce um trabalho importante, nobre, gratificante e de muita responsabilidade. Mas, não, obrigado, não queremos ir para a sala de aula. É isso que diz a maior parte dos jovens brasileiros hoje. O trabalho é mal remunerado e o docente é confrontado pelos alunos, esquecido pelo governo e desvalorizado pela sociedade. Numa pesquisa realizada pela Fundação Victor Civita (FVC) e  Fundação Carlos Chagas (FCC), apenas 2% dos estudantes do terceiro ano apontaram a Pedagogia ou algum tipo de Licenciatura como primeira opção de carreira. Esse resultado bate com o panorama dos maiores vestibulares do país. De acordo com o Censo da Educação Superior de 2009, Pedagogia, Licenciaturas e outros cursos ligados à formação de professores têm uma relação candidato/vaga bastante desfavorável quando comparada a outros cursos, como medicina, por exemplo. O maior vestibular do país, promovido pela Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), oferece 1…