Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Os Microfósseis e a Exploração do Petróleo

Imagem
Os microfósseis são extremamente importantes na exploração do petróleo e gás porque através deles pode-se descobrir como era o ambiente em que a rocha foi formada e se a mesma era favorável ou não, para geração e armazenamento de hidrocarbonetos (petróleo e gás são quimicamente classificados como hidrocarbonetos). E identificar a idade de uma rocha para saber se é possível ou na haver hidrocarbonetos ali.

Os fósseis possuem vital importância no estudo da evolução dos seres vivos, no estabelecimento de biozoneamentos, em estudos ligados à prospecção de petróleo e ainda em reconstituições paleoambientais e paleogeográficas. No Brasil, é expressiva a variedade e quantidade de fósseis encontrados nas diversas bacias sedimentares, desde o Paleozóico até o Cenozóico. O Brasil possui 31 bacias sedimentares. Dessas, umas 20 são petrolíferas e têm potencial para novas descobertas. Até hoje, só há conhecimento pleno de seis ou sete delas. Os microfósseis são extremamente importantes na exploraç…

O Alto Custo da Dengue Para o Brasil

Imagem
Um estudo concluiu que o Brasil gasta 1,2 bilhão de dólares com a dengue. O levantamento realizado em seis capitais brasileiras avaliou cerca de 2 mil pacientes atendidos nas redes pública e privada de saúde. A pesquisa concluiu que os custos da dengue para sociedade brasileira são de 468 milhões de dólares por ano. Montante que pode chegar a 1,2 bilhão de dólares, quando são considerados os casos sub-reportados
Um estudo concluiu que o Brasil gasta 1,2 bilhão de dólares com a dengue. O levantamento realizado em seis capitais brasileiras avaliou cerca de 2 mil pacientes atendidos nas redes pública e privada de saúde A cada dia, fica mais evidente a gravidade da dengue para o Brasil. O país enfrenta uma epidemia praticamente permanente – só em 2015, até 12 de setembro, já foram registrados 1.438.497 casos da doença (mais que o dobro de registros de 2014, que foram em torno de 590 mil), sendo 1.318 casos graves e 709 mortes, o que representa um aumento de 71% em comparação com o mesmo p…

"A Metamorfose" de Franz Kafka Completa Um Século

Imagem
A Metamorfose, a obra-prima do escritor tcheco Franz Kafka(1883-1924) está completando 100 anos. A novela conta a história de um comerciante que acorda transformado em uma barata após um sonho esquisito. Apesar da crença comum, Kafka nunca admitiu que o infeliz comerciante tenha se transformado realmente numa barata (crédito da imagem)
Em outubro de 1915, há exatos cem anos, chegava às livrarias A Metamorfose, a obra-prima do escritor tcheco Franz Kafka (1883 -1924). Assim começou a saga de uma novela que se tornaria -embora seu autor nem poderia imaginar- um dos livros mais lidos na história da literatura. Traduzido em mais de 30 idiomas, A Metamorfose narra a história de Gregor Samsa, o comerciante que "depois de um sonho inquieto, é encontrado em sua cama transformado em um inseto monstruoso." No livro, o malfadado comerciante sofre rejeição da sua família, que convivem com ele em um clima de medo e nojo. Ainda hoje há um debate sobre o significado da obra e do tipo d…

O Jornalismo Científico Ainda Respira

Imagem
Fadado a sumir das publicações, o jornalismo científico resiste apesar da tendência de muitos jornais eliminarem editoriais e suplementos sobre ciência com o pretexto de enxugar as redações. Segundo os especialistas no assunto, o noticiário deveria oferecer uma perspectiva crítica e uma visão bem-informada sobre o que a sociedade quer da ciência, sem se deixar levar apenas pelo deslumbramento das descobertas.
Conforme matéria publicada na edição nº 872 (15/10/2015) do Observatório da Imprensa parece que o jornalismo científico segue vivo, apesar da tendência de muitos jornais eliminarem editoriais e suplementos sobre ciência, com a finalidade de enxugar as redações. Sob o título de "A Surpreendente Expansão do Jornalismo Científico", o Observatório publicou o seguinte: "Na tentativa de enxugar as redações muitos jornais eliminaram editorias e suplementos sobre ciência, mas o que poderia configurar um revés profissional acabou se transformando num promissor filão de jorn…

A Biodiversidade Das Borboletas

Imagem
A escritora equatoriana Maria Fernanda Checa é a autora do livro Fadas Aladas de Yasuní, um livro que descreve as borboletas dessa região de seu país, iniciando com lendas dos grupos indígenas, que acreditam que esses insetos são reencarnações de guerreiros caídos em combate que voltam para embelezar a vida. Outros grupos creem que são fadas da floresta.
A escritora María Fernanda Checa, equatoriana, doutoranda da Universidade da Flórida é a autora do livro Fadas Aladas de Yasuní, um livro sobre borboletas. A autora descreve as borboletas dessa região de seu país, iniciando com lendas dos grupos indígenas, que acreditam que essas belezas são reencarnações de guerreiros caídos em combate que voltam para embelezar a vida, como filhos do Sol e símbolos do amor. Outros grupos creem que são fadas da floresta. Yasuní é um marco em biodiversidade mundial. Em suas matas foram registradas entre 1.200 a 1.400 espécies de borboletas, o que deixa a região entre as mais diversas do planeta no qu…

O Fim do Mito da Formiga Trabalhadeira

Imagem
Leia Mais:UmUm  Um        
Pesquisadores estadunidenses põem fim a um mito veiculado nas fábulas de Esopo e La Fontaine: nem todas formigas que habitam em um formigueiro são trabalhadoras. Pelo contrário, a pesquisa revelou que metade delas não fazem absolutamente nada, passando o dia inteiro ociosas Porém, eles ainda não acharam uma explicação para esse comportamento.

Um novo estudo conduzido por pesquisadores estadunidenses veio para derrubar o pensamento tradicional de que as formigas são insetos predominantemente trabalhadores. O mito, reforçado ao longo dos séculos nas célebres fábulas de Esopo e Jean de la Fontaine, foi desafiado por uma pesquisa feita nos EUA sobre o comportamento das formigas, a qual chegou a surpreendente conclusão de que metade delas não fazem absolutamente nada no formigueiro, limitando-se a andar de lá pra cá. Os pesquisadores da Universidade de Tucson, no Arizona, construíram um formigueiro artificial simulando todas as condições do habitat  das formigas e…

Por Que Os Elefantes Não Desenvolvem Câncer?

Imagem
Cientistas dos EUA conseguiram desvendar por que os elefantes raramente desenvolvem câncer. Segundo eles, estes animais possuem 38 cópias adicionais do gene que codifica a proteína p53 conhecida pelo seu papel de inibidora de tumores. Assim, as células dos paquidermes parecem estarem protegidas contra o surgimento de câncer.
O mistério por que os elefantes simplesmente não desenvolvem câncer, mesmo possuindo 100 vezes mais células do que os seres humanos, parece estar perto de ser solucionado. Uma equipe de pesquisadores dos Estados Unidos descobriu que estes animais têm 38 cópias modificadas adicionais (alelos) do gene que codifica a proteína p53 que age como um inibidora da tumores- em comparação com os humanos que têm apenas dois. Um estudo das universidades estadunidenses de Utah e Arizona, em colaboração com pesquisadores do Centro Ringling Bros Para a Conservação do Elefante, procurou encontrar a resposta para uma pergunta antiga: "Por que os elefantes raramente desenvolvem…

Fezes de Baleias Podem Valer Muito Dinheiro

Imagem
Conhecida pelo nome de âmbar cinza, a matéria fecal das baleias, que mais parece uma pedra encontrada em praias, pode valer milhares de dólares. Há séculos o âmbar cinza é considerado um produto de luxo: já foi usado em cerimônias religiosas, como afrodisíaco no Oriente Médio, produto culinário fino na China e ingrediente em poções medicinais tradicionais. Mas atualmente a substância é usada principalmente pela indústria de perfumes.
Sob o nome de âmbar cinza, um nome mais elegante que designa um certo tipo de matéria fecal das baleias cachalote e que algumas pessoas confundem com vômito da baleia, as fezes de baleias pode valer milhares de dólares. Há séculos o âmbar cinza é considerado um produto de luxo: já foi usado em cerimônias religiosas, como afrodisíaco no Oriente Médio, produto culinário fino na China e ingrediente em poções medicinais tradicionais. Mas atualmente a substância é usada principalmente pela indústria de perfumes. "O âmbar cinza tem um aroma muito particular…