Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Animais Conseguem Prever Terremotos

Imagem
Estudo realizado no Parque Nacional Yanachaga, no Peru, correlacionou mudanças de comportamento de aves e pequenos mamíferos com a ionização da atmosfera causada pelo atrito subterrâneo das rochas. Este fenômeno costuma acontecer alguns dias antes dos terremotos. Na foto:Mutum (Mitu tuberosum) filmado por uma camera tipo 'motion-triggered' / foto TEAM Network; teamnetwork.org)


O dado de que alterações no comportamento dos animais sinalizam, com horas ou dias de antecedência, eventos como os terremotos já era conhecido. Especialmente noticiada foi a disparada dos elefantes asiáticos para terras altas por ocasião do terremoto seguido de tsunami de 26 de dezembro de 2004. Muitas vidas humanas foram salvas graças a isso. Mas tais eventos ainda não haviam sido documentados de maneira rigorosa e conclusiva. Nem fora estabelecida uma correlação de causa e efeito entre essa modificação do comportamento animal e fenômenos físicos mensuráveis. Isso ocorreu agora em pesquisa realizada po…

É Razoável Duvidar da Ciência?

Imagem
O ceticismo diante da ciência não é novo, mas a internet virou uma dádiva para crenças marginais. A biologia moderna é impensável sem o conceito de evolução, mas ativistas religiosos nos Estados Unidos continuam a exigir que o criacionismo seja ensinado como alternativa. Por que, atualmente, muita gente ainda duvida da ciência?


Por que muitas pessoas duvidam da ciência? O que vem levando tanta gente a colocar em dúvida a razão? Um texto excelente de Joel Achenbach publicado pela National Geographic Brasil tenta explicar o motivo pelo qual os céticos tem emergido em várias partes do mundo para contestar verdades científicas como a ida do homem à Lua e a Teoria Evolucionista de Darwin. Separei alguns trechos, mas o texto pode ser lido na íntegra clicando na fonte no final da postagem. "Vivemos em uma época na qual todo tipo de conhecimento científico – desde a segurança do flúor e das vacinas até a realidade das mudanças climáticas – enfrenta oposição organizada e, muitas vezes, v…

Invasoras, Porém Muito Bem-Vindas

Imagem
Normalmente, as espécies invasoras são mal vistas em razão do impacto negativo que causam nas espécies nativas. No caso das plantas introduzidas na ilha vulcânica de Santa Cruz, localizado no arquipélago de Galápagos, elas compõem cerca da metade da dieta alimentar das tartarugas-gigantes e parecem ser benéficas em termos nutricionais para os quelônios 

A maioria das pesquisas sobre espécies invasoras mostra o impacto negativo causado nas espécies nativas. Porém, um estudo publicado no periódico Biotropica, conduzido no arquipélago de Galápagos por Stephen Blake, da Universidade de Washintgon em St. Louis, e Fredy Cabrera, da Centro de Pesquisa Charles Darwin, mostra um resultado surpreendente. As plantas introduzidas compõem cerca de metade da dieta das tartarugas-gigantes de Galápagos. E, o que é mais surpreendente, as invasoras parecem ser benéficas em termos nutricionais para as tartarugas e as ajudam a ficarem saudáveis. O estudo foi conduzido na ilha de Santa Cruz, em um vulcão …

Nossa Comida Envenenada

Imagem
Cientistas renomados alertam: é provável que o herbicida Roundup da empresa Monsanto cause câncer. É incrível, mas os reguladores brasileiros ainda não sabem muito bem como reagir à notícia e a Monsanto pretende ignorar a advertência da comunidade científica e quer seguir envenenando nosso solo, nossa água e nossa comida com esse agrotóxico terrível.
Uma outra denúncia da Avaaz que me chegou por e-mail diz respeito ao uso indiscriminado de agrotóxicos. Os maiores cientistas do mundo lançaram um alerta: o herbicida mais utilizado no planeta provavelmente causa câncer! A Monsanto, produtora do herbicida, está exigindo que a Organização Mundial de Saúde (OMS) volte atrás sobre o alerta e, segundo especialistas, a única maneira de garantir que a ciência não seja ignorada é com pressão popular por ações imediatas das autoridades. No mês em que o Inca (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva) se posicionou contra o modo como os agrotóxicos são usados no Brasil, recomendando…

Zoologia Ostentação

Imagem
Mais do que mera ostentação, a coloração em animais possui implicações relacionadas principalmente a três processos: termorregulação, comunicação intra e interespecífica e evasão à predação. Na foto vemos o peixe-mandarim (Synchiropus splendidus ) considerado um dos animais mais bonitos da natureza

Existem algumas espécies animais que apresentam em seu corpo cores e linhas muito vibrantes que as destacam no ambiente ao invés de escondê-las. Essa característica é chamada de coloração de aviso (ou coloração de advertência, ou, ainda, aposematismo), que atua como um tipo de sinal, alertando aos predadores que o animal tem um sabor desagradável e/ou é tóxico, sendo, portanto, melhor evitá-lo. Alguns répteis, anfíbios e insetos, principalmente, se valem desse mecanismo para se adaptar ao ambiente, e, com isso, garantir sua sobrevivência. Vermelho, azul, verde, amarelo, preto e laranja são as cores mais utilizadas por esses animais como forma de alerta aos seus predadores, de modo a impedir …

Moluscos Inspiram a Ciência na Criação da Capa da Invisiblidade

Imagem
Cientistas estão prestes a desenvolver uma capa da invisibilidade para soldados, baseada no sistema natural de camuflagem dos moluscos cefalópodes como as lulas e os polvos. 
Cientistas afirmam que moluscos cefalópodes como os polvos e as lulas podem ser a chave para o desenvolvimento de uma tecnologia de combate que permita a soldados serem invisíveis a radares infravermelhos. Segundo os estudiosos, esses invertebrados sobrevivem há milhões de anos por causa de suas técnicasde camuflagem. Pesquisadores da Universidade da Califórnia, coordenados por Alon Gorodestsky, professor de engenharia química e ciência de materiais, revelaram semana passada que descobriram uma forma de usar as proteínas presentes nas lulas para desenvolver “adesivos de invisibilidade” que podem ser vestidos por soldados. Gorodestsky e sua equipe focaram o estudo nas células conhecidas como iridócitos, que contem uma proteína que consegue refletir a luz. Os cientistas foram capazes de modificar geneticamente a ba…

O Gene da Monogamia

Imagem
Segundo pesquisadores suecos, a propensão de um homem ser monogâmico, ou seja, dedicar-se a uma única parceira, pode ser determinada geneticamente. Variações numa seção do gene que codifica um receptor do hormônio vasopressina seriam responsáveis pela tendência à monogamia ou a promiscuidade em seres humanos. 
O pesquisador Hasse Walum e seus colegas do Instituto Karolinska , em Estocolmo, na Suécia, analisaram as várias formas do gene que codifica um receptor de vasopressina em 552 pessoas da população sueca, todos em parcerias heterossexuais, e descobriram algo interessante sobre a monogamia na espécie humana. Segundo eles, variações em uma seção desse gene ajudam a determinar se os homens apresentam tendências a levar a sério o seu compromisso matrimonial sendo maridos dedicados ou se têm aversão ao compromisso e preferem a promiscuidade. Há especulações sobre o papel do hormônio vasopressina em humanos desde que se descobriu que variações onde os receptores para o hormônio são exp…

Um Absurdo da Indústria do Cigarro

Imagem
Uma grande multinacional tabagista está processando o Uruguai por suas leis antifumo. Se ganhar, as leis de saúde pública em toda parte estarão ameaçadas e o processo provará que uma única empresa pode triunfar sobre o bem comum, mesmo quando seu produto mata!
A Philip Morris, grande fabricante multinacional de cigarros, está processando o governo do Uruguai porque o país tem algumas das melhores leis antitabagistas do mundo. O Uruguai exige que 80% do espaço em carteiras de cigarro seja coberto com avisos médicos e imagens de alerta. O hábito de fumar havia alcançado níveis críticos no país, matando cerca de 7 pessoas por dia, mas desde que esta lei foi introduzida, o índice de tabagismo diminuiu a cada ano. A multinacional tabagista Philip Morris argumenta que as advertências não deixam nenhum espaço para exibição de marcas registradas.  É uma realidade assustadora pensar que uma empresa, cujo produto mata, pode derrubar leis que protegem a saúde pública. A empresa já deslanchou uma…

Estresse Para o Sucesso

Imagem
Há décadas médicos e cientistas estudam os efeitos do estresse no corpo humano. Questionam também se existe uma dependência em relação a esse estado, como aquela pessoa que sofre mas parece sentir prazer quando sobre pressão e tensão, realizando inúmeras tarefas ao mesmo tempo. Os efeitos do estresse no organismo são mediados por via endócrina e pelo sistema nervoso simpático, incluindo o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal.

"Temos uma grande dificuldade em conseguir manter o equilíbrio em nossas vidas e o resultado é o estresse. Geralmente a principal fonte de estresse está em nosso trabalho. Quase nove em cada dez adultos apresentam níveis elevados de estresse pelo menos uma ou duas vezes por semana e há diversas razões para isto. O mundo do trabalho e negócios mudou drasticamente no último século, as melhorias tecnológicas acarretaram uma sobrecarga de informações. A televisão e a mídia nos mostra instantaneamente informações do mundo inteiro. O estresse tecnológico também provém…

A Ciência Que a Ditadura Calou

Imagem
O Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) lançou na semana passada o portal Ciência na Ditadura para resgatar a história das vítimas e mostrar os danos causados pela ditadura à vida acadêmica nacional. No portal são identificados cientistas que foram presos, torturados, assassinados, exilados, demitidos, aposentados, submetidos a inquéritos militares, cujos livros foram proibidos, tiveram que se demitir ou fugir do país em função do clima de perseguição política, ou sofreram boicote ao seu trabalho científico e intelectual. 
No final do março, quando foram lembrados os 51 anos do golpe de 64, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) lançou o portal Ciência na Ditadura para resgatar a história das vítimas e mostrar os danos causados pela ditadura à vida acadêmica nacional. No portal são identificados cientistas que foram presos, torturados, assassinados, exilados, demitidos, aposentados, submetidos a inquéritos militares, cujos livros foram proibidos, tiveram que se demitir ou…