Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Variedade de Abelhas

Imagem
As abelhas não apenas têm um papel vital em nosso ecossistema, como também estão entre os seres mais complexos e sofisticados do planeta.
O mundo abriga estimadas 20 mil espécies de abelhas, e parte delas está sendo estudada e monitorada pelo Serviço Geológico dos EUA. O estudo identificou uma ampla variedade de espécies: algumas têm coloração azulada ou esverdeada, outras não têm as típicas listras; algumas são do tamanho de marimbondos, mas outras são tão pequenas quanto um grão de arroz. Seres extremamente complexos e sofisticados, as abelhas desempenham importantes papéis no ecossistema, incluindo a polinização: calcula-se que 75% das colheitas globais sejam polinizadas pelo inseto. Sam Droege, que chefia o laboratório, diz que cada foto macro é uma composição de 20 a 300 imagens individuais das abelhas, feitas de distâncias levemente distintas. Veja algumas imagens:
Fonte: G1

Projeto 80+

Imagem
Geneticista da USP coordena projeto que vai analisar o genoma de pessoas saudáveis com mais de 80 anos pensando em ajudar as gerações futuras a viver mais e melhor
O Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) da Universidade de São Paulo, coordenado pela pesquisadora Mayana Zatz, vai analisar o genoma de pessoas saudáveis com mais de 80 anos pensando em ajudar no futuro as gerações mais novas a viver mais e melhor. É uma forma diferente de estudar a biologia do envelhecimento. Enquanto parte dos cientistas que se debruçam sobre o tema mira os problemas da vida longa (perda de memória, enfraquecimento dos ossos, fragilidade do coração, depressão etc) e como evitá-los, a ideia do Projeto 80+ é montar um banco de dados destinado a entender o que mantém as pessoas mais velhas saudáveis e felizes. O projeto tem como objetivo ajudar a medicina a entender melhor os mecanismos genéticos e ambientais associados à vida longa. Atualmente, o CEGH tem o DNA de 400 pessoa…

Quem Quer Ser Um Cientista?

Imagem
Agora você pode contribuir para novas pesquisas - do conforto de sua casa. Conheça a plataforma Zooniverse, um site que permite que você contribua em pesquisas científicas nas áreas de biologia, astronomia, arqueologia, etc

Se você é uma daquelas pessoas que sempre sonhou em ser cientista, agora chegou a sua vez. Mesmo que você nunca tenha sentado num banco de universidade, poderá curtir uma de cientista e contribuir para a realização de pesquisas científicas memoráveis. E o melhor: sem precisar sair de sua casa. Conheça a plataforma Zooniverse
"A Zooniverse, uma plataforma na qual qualquer pessoa pode contribuir ativamente com pesquisas científicas - basta ter um computador com acesso à internet. O site disponibiliza uma série de projetos, em diversos campos da ciência (biologia, astronomia, humanas). O internauta pode se inscrever para participar em qualquer um deles e, do computador, ajudar historiadores a catalogarem artefatos, a explorar o clima de marte ou a descobrir o q…

Lagartos Peçonhentos

Imagem
Em algumas regiões do Brasil existe a crença de que certas espécies de lagartos podem inocular venenos como fazem as serpentes. Na foto vemos o Monstro de Gila, um lagarto peçonhento verdadeiro 
A postagem que vocês vão ler em seguida foi retirada do blog da NUROF-UFC, que é a sigla do Núcleo Regional de Ofiologia da Universidade Federal do Ceará. O objetivo desse núcleo é pesquisar a biologia de anfíbios e répteis com foco principal no ofidismo. As atividades de divulgação científica e educação ambiental são vocações naturais do NUROF-UFC dada a curiosidade despertada pelas serpentes no homem. Daniel Passos, um dos membros do Núcleo elaborou um texto muito interessante relatando sobre a ocorrência de lagartos venenosos no Brasil. Veja o que diz o texto:  " Em algumas regiões do Brasil, há crenças de que alguns lagartos possuem veneno e, inclusive, são capazes de inoculá-lo, à semelhança das serpentes peçonhentas. Entre as espécies relacionadas a estas crenças estão: as lagartixa…

O Maior Macaco das Américas

Imagem
Paleontólogos reconstroem o estilo de vida versátil do Cartelles coimbrafilhoi, o maior símio que já habitou o continente
Há mais de 15 mil anos viveu onde hoje é o Brasil um macaco duas vezes maior que o muriqui, o maior macaco vivo no Novo Mundo. A prova da existência desse supermacaco das Américas é um esqueleto fóssil quase completo, descoberto em 1992 em uma caverna no município de Campo Formoso, no interior da Bahia. Descrito pelo paleontólogo Cástor Cartelle, hoje pesquisador da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), o fóssil do supermacaco foi analisado em detalhes mais recentemente por Lauren Halenar e Alfred Rosenberger, paleontólogos da Universidade da Cidade de Nova York (CUNY). Lauren e Rosenberger concluíram que a espécie, batizada este ano de Cartelles coimbrafilhoi, explorava o chão da floresta tão bem quanto um chimpanzé. Ao mesmo tempo, apesar do tamanho avantajado, esse macacão podia escalar as árvores e se pendurar em seus galhos com a mesma …

Mais Sobre Cachorros e Lobos

Imagem
Crânio de canídeo com 36 mil anos, achado em caverna na Bélgica, pode ser de animal ancestral comum de lobos e cães (Instituto Real de Ciências Naturais da Bélgica)
A revista Science em sua edição de 15 de novembro de 2013 publicou uma estudo afirmando que o animal ancestral comum de cães e lobos era europeu e teria cerca de 20 mil anos, o dobro do tempo transcorrido desde a invenção da agricultura, precedendo até a chegada do homem ao continente americano.
Segundo a revista, as origens geográficas e temporais do cão doméstico ainda permanecem controversas. Apesar de dados genéticos sugerirem que o processo de domesticação tenha iniciado há 15 mil anos no leste da Ásia, o estudo de fósseis de canídeos antigos encontrados em cavernas na Europa e na Sibéria datam de mais de 30 mil anos. Para este estudo, foram analisados os genomas mitocondriais de 18 canídeos pré-históricos da Eurásia e do Novo Mundo, juntamente com um painel abrangente de análise do DNA de cães modernos, coiotes e lob…

A Era dos Robôs Já Chegou!

Imagem
O paciente francês Florian Lopes de 22 anos segura um galho de árvore com seu novo braço biônico. Florian perdeu três dedos em um acidente no final de 2011 e foi o primeiro paciente francês a receber esse tipo de membro artificial no valor de 42 mil euros. (Thomas Samson/AFP/Getty Images)
Os avanços em Robótica estão gradualmente ganhando espaço nos campos da exploração espacial, saúde, segurança pública, entretenimento, defesa, e outras. Essas máquinas (muitas delas autônomas, apenas precisando ser iniciada por um humano) estende o nosso alcance, melhora nossas capacidades e viajam para locais onde seria muito arriscados irmos.  A Robótica sem dúvida é uma área que avança muito rapidamente em diversas áreas da ciência. Enquanto toda essa tecnologia era usada apenas para fins de automação do processo industrial a única reclamação era o desemprego estrutural, mas com os avanços nas últimas décadas o uso de robôs tem sido aplicada em várias áreas como: astronomia, agricultura, oceanogra…

Autocura

Imagem
               Pesquisadora, que analisou 27 trabalhos científicos sobre a autocura, explica como a oração e outras práticas podem ajudar o paciente a  se livrar de uma doença. Crença na cura não depende de religião e reduz gasto público, mostra pesquisa

A cura de doenças pode estar além do tratamento convencional que abrange diagnóstico e o combate de sintomas por remédios. A chamada autocura ainda luta por legitimidade na saúde pública, mas pesquisas científicas mostram bons resultados referentes a práticas de meditação, reiki, acupuntura, quiropraxia, massagem, homeopatia e também a oração. Um estudo realizado nos Estados Unidos comparou 2 mil pessoas que meditavam com 600 mil que não meditavam. Observou-se uma redução de 63% dos gastos com saúde no grupo que meditava, havendo 11,4 vezes menos internações hospitalares por doenças cardiovasculares , 3,3 vezes por câncer. A fisioterapeuta e acupunturista Fernanda Catarucci defendeu recentemente sua dissertação de mestrado na Faculdade…

O Sapinho das Bromélias

Imagem
Endêmico do norte de Minas Gerais, o sapinho das bromélias recentemente foi reconhecido como uma nova espécie de anfíbio
Do tamanho de uma unha, o sapinho das bromélias só existe no norte de Minas Gerais e recentemente foi reconhecido como uma nova espécie. Nunca antes registrado no mundo, o Crossodactylodes itambe foi encontrado por acaso pela bióloga Izabela Menezes Barata, do Instituto Biotrópicos, em uma expedição no Parque Estadual Pico do Itambé, na Serra do Espinhaço. A pesquisadora investigava a influência da altitude na distribuição de anfíbios na região, quando localizou os animais nas folhas de bromélias, plantas capazes de reter a umidade e, por isso, propícias para abrigar os sapos em um ambiente que tende a ser seco.  Foram necessários três anos para coletar os sapos e catalogar a espécie. Os sapinhos medem 15mm e não têm saco vocal, o que revelou que não cantam, como a maioria das espécies, para iniciar o acasalamento. Tudo indica que espinhos no dedão do macho servem p…

Saúde em Abundância?

Imagem
Estudo controverso da Universidade de Oxford aponta que a gordura corporal concentrada nas coxas e no bumbum pode significar proteção para a saúde da mulher e um desenvolvimento melhor do cérebro do bebê. 
Segundo os pesquisadores da Universidade de Oxford, pessoas que concentram gordura corporal nas coxas e nádegas contam com proteção extra contra diabetes, doenças cardíacas e outras co-morbidades associadas à obesidade. Essa proteção seria explicada porque, nessa região, a gordura absorve ácidos graxos e contém um agente anti-inflamatório que impede a obstrução das artérias. O artigo, publicado na revista científica 'International Journal of Obesity', afirma ainda que ter bumbum grande é preferível à gordura na região da cintura, que não oferece esse tipo de proteção. O corpo em forma de pera – com mais gordura nas coxas, quadris e bumbum – seria muito mais saudável que o corpo em forma de maçã – com gordura concentrada na barriga e cintura. De acordo com os pesquisadores, q…

Bulimia e Anorexia em São Paulo

Imagem
Bulimia e anorexia são responsáveis por uma internação a cada dois dias em SP. De janeiro até julho deste ano, 97 pessoas deram entrada nos hospitais que atendem pelo Sistema Únicos de Saúde
Balanço da Secretaria de Estado da Saúde mostra que a cada dois dias, em média, uma pessoa é internada por anorexia ou bulimia nos hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado de São Paulo. Somente nos primeiros sete meses do ano, foram 97 internações devido a estes distúrbios alimentares. Em 2012, 165 pacientes precisaram de internação e 1.220 pacientes fizeram tratamento ambulatorial no Estado de São Paulo contra os dois distúrbios. Segundo a nutricionista Lara Natacci, do Programa Meu Prato Saudável, existe um consenso de que a vulnerabilidade genética aumenta os riscos, porém pesquisas recentes apontam que também é comum entre os pacientes, relatos de traumas ligados à alimentação. Outro fator importante é o padrão de beleza ligado à magreza, que tem vigorado na indústria …

Ataques de Capivaras no Espírito Santo

Imagem
Agricultores de Alfredo Chaves (ES) vem sofrendo com o ataque de capivaras nos últimos anos. Além de destruir plantações, os roedores são vetores de parasitos da febre maculosa
Há quase dois anos, os produtores rurais do município de Alfredo Chaves no Espírito Santo sofrem com ataques de capivara. Ainda é desconhecida a causa que levou os roedores a se instalarem no local, mas, segundo moradores, os bandos são tão grandes que chegam a devastar plantações inteiras. Além disso, a capivara é um dos hospedeiros do carrapato-estrela, parasita conhecido por ser o vetor da febre maculosa. No município, as capivaras são encontradas em grupos grandes distribuídos, principalmente à beira do rio Benevente, e acabam por procurar alimento nas plantações das encostas. O roedor pode se reproduzir em qualquer época do ano e com gestações curtas gera ninhadas de até oito filhotes. Os grupos já são considerados pragas por destruírem plantações. No dia 3 de setembro de 2013, a Faes(Federação da Agricult…