Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

Anvisa Tolera Pelos de Rato e Insetos nos Alimentos

Imagem
A Anvisa, a agência de fiscalização sanitária do Governo, possui um limite de tolerância para a presença de corpos estranhos como pelos de ratos e insetos em produtos alimentícios comercializados no país
Em março deste ano, entrou em vigor no Brasil uma resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que determina até que ponto a presença de matérias estranhas em certos produtos é permitida. Segundo a agência reguladora, é considerado um item estranho qualquer material que não faça parte da composição do alimento e que possa estar associado a condições inadequadas de produção, manipulação, armazenamento ou distribuição. Em molhos, polpas e extratos de tomate e ketchup, por exemplo, o consumidor pode ingerir, sem saber, pedacinhos de insetos e de pelos de roedores. Neste caso, o limite é de até dez fragmentos de insetos ou um fragmento de pelo de roedor para cada cem gramas, conforme noticiou o Jornal Extra. Apesar de o padrão de limite de tolerância estar “entre os mais…

Avanços da Cristalografia Biológica no Brasil

Imagem
Avanço da cristalografia é destacado por pesquisadores em encontro internacional realizado no Brasil. Área é voltada ao estudo de cristais de proteínas para compreender processos biológicos, surgimento de doenças e desenvolver novos fármacos. A cristalografia ganha impulso no Brasil com a construção de nova fonte de radiação em Campinas (SP).
Um grupo de 110 pesquisadores de nove países da América Latina esteve reunido, entre os dias 22 e 24 de setembro, no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP), no Latin American Summit Meeting on Biological Crystallography and Complementary Methods, maior evento científico latino-americano do calendário de comemorações do Ano Internacional da Cristalografia (IYCr2-14). O objetivo do evento foi promover debates sobre a pesquisa em cristalografia biológica – área voltada ao estudo de cristais de proteínas para compreender processos biológicos, desvendar o surgimento e progressão de doenças e desenvolver novos fárm…

A Hora e a Vez da "Biofashion"

Imagem
Ultimamente, os apaixonados por biologia têm traduzido sua paixão por esta ciência confeccionando e consumindo produtos que retratam elementos típicos do universo das ciências biológicas, como este anel em prata que representa a estrutura de dupla hélice da molécula de DNA
Tenho certeza que assim como eu, existem milhares de pessoas que são apaixonados por biologia. Acontece que ultimamente estas pessoas estão extravasando essa paixão em forma de produtos que variam de confecção de tatuagens a anel e brincos com motivos que retratam elementos das ciências biológicas. O anel DNA da Oficina da Prata é um bom exemplo disso (eu tenho!). E não tem só anel. Na Oficina da Prata você encontra brincos e pingentes com a representação da molécula de dupla hélice do DNA também, além de outros produtos com argumentos biológicos. Igualmente interessante é o "maiô anatômico" que representa nossos órgãos internos, transformando as mulheres numa aula de anatomia ambulante (foto). O pingente …

O Clima Mundial em 2050

Imagem
A Organização Meteorológica Mundial (MMO) produziu uma série de vídeos em que apresentadores da previsão do tempo noticiam como seria o clima de vários países do mundo (inclusive o do Brasil) em 2050, mantendo-se o nível das emissões de poluentes atmosféricos atuais
Para explicar como será o impacto das mudanças climáticas no dia a dia da sociedade, a Organização Meteorológica Mundial (Em inglês,World Meteorological Organization – WMO) convidou apresentadores da previsão do tempo de programas de TV de todo o mundo a imaginarem como seria um boletim meteorológico em 2050. O resultado dessa produção está sendo divulgado numa série de vídeos que estão viralizando na redes sociais. O objetivo desses vídeos – iniciativa do secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon – é apoiar a Cúpula do Clima que acontecerá em 23 de setembro na sede da ONU, em Nova York, nos Estados Unidos. “Nós podemos reduzir os riscos cortando a emissão de gases de efeito estufa e construindo economias de baixo ca…

A Ciência Explica o Palavrão

Imagem
Mais do que criados somente para ofender ou para desabafar, os xingamentos mostram a evolução da linguagem, dos costumes  das sociedades e, também, ajudam a desvendar o cérebro
Há mais mistérios no universo dos palavrões do que o senso comum imagina. Mas a ciência tem ajudado a desvendá-los. Uma matéria publicada em 2008 na revista Superinteressante (intitulada "A Ciência do Palavrão" ) abordou muito bem esse tema. Convém relembrar um pouco do trabalho de vários estudiosos que se debruçaram sobre o tema espinhoso dos palavrões para tentar desmitificá-lo (pelo menos em alguns aspectos)). Pesquisas recentes mostram que as palavras sujas nascem em um mundo à parte dentro do nosso cérebro. Enquanto a linguagem comum e o pensamento consciente ficam a cargo da parte mais sofisticada da massa cinzenta, o neocórtex, os palavrões “moram” no sistema límbico, região equivalente aos porões da cabeça. Trata-se de uma zona primitiva: é o fundo do cérebro, a parte que controla nossas emo…

A Evolução Que Está em Nossa Cara

Imagem
Segundo um estudo da Universidade da Califórnia em Berkeley (EUA), a diversidade existente de rostos humanos é o resultado da pressão evolutiva para identificar claramente cada indivíduo dentro de um grupo complexo e evitar o caos social

De acordo com um recente estudo publicado na revista Nature Communications, a grande variedade de rostos humanos é o resultado de pressões evolutivas para conseguir evitar o caos de identidade dentro de grupos sociais complexos. Segundo os autores da pesquisa, a estrutura do rosto de cada pessoa é única e irrepetível.  Uma equipe de cientistas liderados pela Universidade da Califórnia em Berkeley (EUA), mediu as características faciais e corporais de seres humanos para mostrar que os rostos das pessoas são muito mais variáveis ​​em forma e design do que em outros animais. Eles examinaram um grande banco de dados genético de pessoas de ascendência africana e européia para encontrar provas de uma maior variação em regiões associadas com características …

Metade da Terra Para os Animais

Imagem
Biólogo da Universidade de Harvard e vencedor de dois prêmios Pulitzer, Dr. Edward O. Wilson sugere plano radical de conservação – Half Earth - para enfrentar ″holocausto biológico″ iminente. Segundo Wilson, precisamos destinar metade do planeta para a proteção dos animais
Um dos biólogos mais importantes do mundo, o Dr. Edward Osborne Wilson, influente cientista de 85 anos da Universidade de Harvard, surpreendeu a comunidade científica ao propor à revista do Instituto Smithsoniano uma estratégia de conservação audaciosa, no final de agosto. Segundo ele , para prevenir a “extinção em massa de espécies”, precisamos destinar metade do planeta exclusivamente para a proteção dos animais. Duas vezes vencedor do Prêmio Pulitzer e autor de mais de 25 livros, Dr. Wilson acredita que estamos enfrentando um “holocausto biológico”, causado pelos seres humanos. De acordo com ele, a sexta extinção em massa será tão devastadora quanto a extinção dos dinossauros, a menos que os humanos compartilhe…

A Chave Para Retardar o Envelhecimento

Imagem
Biólogos da Universidade da Califórnia descobrem gene que desacelera o envelhecimento. O chamado AMPK estimula um mecanismo das células que descarta materiais envelhecidos, permitindo viver por mais tempo e com mais saúde
Um grupo de biólogos da Universidade da Califórnia (UCLA) conseguiu aumentar em 30% a expectativa de vida de uma mosquinha-das-frutas, um inseto comumente usado em pesquisas genética. Normalmente o tempo de vida de uma drosófila (é como os cientistas chamam a mosquinha) dura cerca de seis semanas, os cientistas conseguiram estender esse tempo para um período de até oito semanas. Para isso, eles induziram um aumento na quantidade do gene AMPK ativa no intestinos das drosófilas e elas, inclusive, passaram a viver com mais saúde. O resultado é promissor pois o gene também está presente no genoma humano, e pode surtir efeitos semelhantes em nosso organismo, segundo os pesquisadores.
“Ao invés de estudar as doenças do envelhecimento – Mal de Parkinson e de Alzheimer, cânc…

Mitos e Verdades Sobre Alimentos Afrodisíacos

Imagem
Cientistas ensinam a reconhecer os nutrientes que existem em certos alimentos e que fazem com que eles adquiram propriedades afrodisíacas, ou sejam, despertam a libido das pessoas
Muita gente acredita que certos alimentos podem ser afrodisíacos, embora alguns cientistas digam que na verdade, o que funciona é a pessoa acreditar que aquele alimento vai deixá-la mais vigorosa, assim ela fica mais confiante e com mais imaginação.. Além disso, certos nutrientes ou substâncias presentes nos alimentos causam efeitos no organismo que podem, de fato, melhorar o seu desempenho. A palavra "afrodisíaco" é definida como "aquilo que desperta o desejo por outra pessoa" e veio de Afrodite, deusa grega do amor, da beleza e da sensualidade. O portal eCycle relacionou 8 alimentos que muitas pessoas acreditam que tenham poderes de despertar a nossa libido. Veja quais são eles:
Alcachofra: não se sabe por que é considerada afrodisíaca, mas a potência do vegetal é conhecida há tanto te…

Salvem os Abutres!

Imagem
O uso de diclofenaco veterinário nas pastagens indianas já reduziu em 99% a população de abutres. Com a liberação do medicamento pela União Européia, entidades ambientalistas temem que essa tragédia ambiental atinja os abutres europeus e africanos
O uso de diclofenaco ─ anti-inflamatório aplicado em gados nas pastagens indianas ─ é responsável por 99% das mortes de abutres-indianos-de-dorso-branco (Gyps bengalensis) nos últimos 20 anos. A morte ocorre por falência renal nos abutres que consomem a carcaça de animais tratados com a droga. O desaparecimento da espécie eleva a incidência de algumas doenças, de ratos e de cães selvagens, ameaçando a vida e a segurança humana, segundo informações da Scientific American Brasil. Em 2006, o governo da Índia proibiu o uso de diclofenaco nos gados, mas infelizmente o medicamento ainda é usado pelos fazendeiros. Isso ocorre, pois não foi feito um trabalho de educação ambiental, mostrando aos fazendeiros o problema ambiental causado pelo uso da dr…

A Cura Pelo Veneno da Vespa

Imagem
Pesquisadores brasileiros extraíram o veneno do ferrão da vespa e o analisaram em laboratório em busca de moléculas que tenham efeito benéfico para a saúde, principalmente contra desordens neurogenerativa como a doença de Parkinson e a epilepsia (foto: Priscilla Galante)
Pesquisadores brasileiros extraíram da peçonha da vespa, moléculas que se mostraram eficientes em testes com animais para impedir o avanço de doenças como o Parkinson e a epilepsia. As pesquisas, apresentadas durante a 29ª Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, realizada na semana passada em Caxambu(MG), são fruto de 10 anos do trabalho com vespas sociais feito pela bióloga Marcia Mortari e sua equipe na Universidade de Brasília (Unb). Em laboratório, o grupo extrai peptídeos do veneno desses insetos e os analisa em busca de algum que tenha efeito benéfico para a saúde. Recentemente, depois de estudar cerca de 40 substâncias do veneno, os pesquisadores se depararam com uma molécula natural …

Um Peixe Fora D'Água

Imagem
Experiências com um peixe africano que é capaz de "caminhar" em terra firme usando as suas nadadeiras peitorais, está servindo para os cientista formularem novas hipóteses sobre a origem dos vertebrados terrestres atuais, grupo conhecido genericamente como tetrápodes.

Pesquisadores da Universidade McGill em Montreal, no Canadá, usaram um peixe africano chamado 'Polypterus senegalus' para analisar o que aconteceu quando os primeiros peixes saíram da água há 400 milhões de anos para dar origem aos tetrápodes, grupo atual de vertebrados terrestres. De acordo com os pesquisadores, Polypterus senegalus, é um Actinopterygii (peixes com nadadeiras suportadas por "raios" ou lepidotríquias). Essa espécie pode ser encontradas na região tropical no leste da África. Este peixe que respira o oxigênio do ar, "anda" na terra e se parece muito com os antigos peixes que evoluíram para os tetrápodes, apresentou neste estudo mudanças anatômicas e comportamentais sig…