Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

Mestres da Camuflagem

Imagem
O fotógrafo Alex Hyde especializou-se em registrar animais e insetos que fazem uso de camuflagem para sobreviver. Professor de fotografia biológica na Universidade de Nottingham, na Grã-Bretanha, Hyde viajou a Madagascar para pôr seu conhecimento à prova. O desmatamento das florestas do país está dificultando a luta pela sobrevivência. Só 7% da vegetação original da ilha na costa oriental da África está intacta. Hyde também fotografa animais e insetos na Grã-Bretanha e no seu estúdio. Veja como ficou a foto  do louva-a-deus orquídea

O sapo da família Microhylidae, natural de Madagascar, quase fica invisível no meio das folhagens

Hyde também fotografa animais aquáticos, como esse peixe que se camufla no fundo rochoso na ilha de Mull, na Escócia

Fonte: BBC Brasil

Ensinar ou Pesquisar?

Imagem
Em um cenário em que se valoriza mais quem publica artigos e faz pesquisas em laboratório, como é a vida dos cientistas que escolhem o árduo caminho do ensino e da sala de aula?
Ensinar ou pesquisar? O dilema não é nem tão recente assim na vida dos cientistas, mas ganhou nova luz com o artigo que saiu no dia 14 de janeiro na Science. O texto é escrito por professores e pesquisadores do Howard Hughes Medical Institute (HHMI), instituição de pesquisa – e ensino – norte-americana. "As instituições deveriam estar comprometidas, de forma mais ampla e eficaz, em premiar o esforço dos pesquisadores que também são professores excelentes e dedicados", diz uma passagem do artigo.O mote do artigo: os cientistas que têm trabalhos publicados em revistas científicas e investem o tempo em pesquisa são mais incensados e ganham maior reconhecimento acadêmico (e financeiro) do que os seus pares que atuam apenas no ensino universitário e na orientação de alunos. O fato é que, seja no Brasil, nos

Preconceito na Adoção de Crianças

Imagem
Um levantamento feito pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) revelou que a questão racial na adoção de crianças no Brasil ainda é real. Apesar de o cadastro de adoções revelar que a maioria dos casais (53%) não faz restrição à raça da criança, 37% ou 11.316 do total de 30.378 pretendentes só aceitam receber em seus lares crianças brancas, segundo o jornal O Globo. Ou seja, para esses, se houver uma criança disponível, mas com outra cor de pele, a adoção será descartada. O número de pessoas que aceitam uma criança com outra raça é reduzido: 5,81% (1.764 candidatos) acolheriam um menor de pele parda, 1,91% (579) aceita uma criança de cor negra, 1% (304) considera a possibilidade de adotar uma criança amarela e 0,97% (296) aceita uma criança de traços indígenas. A realidade entra em choque com o cadastro de crianças disponíveis para adoção: das 7.949 menores que esperam um lar, 50,57% (4.020) são de cor parda. Para a juíza Andréa Pacha, o resultado é "estarrecedor". "Aind…

Jupará: O Anônimo Semeador de Chocolate

Imagem
Um dos maiores plantadores de cacau do sul da Bahia, o jupará, com seus hábitos noturnos, tenta driblar o anonimato na luta pela sobrevivência
O jupará (Potos flavus) é um mamífero pouco conhecido, sendo encontrado desde a região leste do México até o estado de Mato Grosso, no Brasil. Aqui, habita a floresta amazônica, atlântica e matas de galeria no cerrado, preferindo viver na copa das árvores, entre 10 a 20 metros de altura. É parente próximo do quati e mão-pelada (todos da mesma família, Procyonidae), mas difere de ambos por possuir longa cauda preênsil, que o auxilia na locomoção como um quinto membro, orelhas curtas e língua fina e alongada, utilizada na captura de insetos, mel e néctar. O peso varia entre 1,4 a 4,6 kg, com comprimento do corpo variando entre 40 a 80 cm, e cauda 39 a 57 cm. Machos geralmente são maiores que as fêmeas. São animais solitários e noturnos, normalmente dormindo em ocos de árvores durante o dia. Quando ativo, move-se rapidamente entre a copas das árvor…

A Biodiversidade dos Pampas

Imagem
O lagarto 'Stenocercus azureus' é um dos répteis que vivem no pampa. O bioma guarda uma notável biodiversidade de répteis e anfíbios. (foto: Márcio Borges Martins)
Quando falamos em pampa, logo pensamos num campo repleto de gramíneas e gado. Mas será apenas isso? Recentemente, pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) descobriram no bioma gaúcho uma biodiversidade muito maior do que se supunha. “Nos últimos anos encontramos espécies de répteis e anfíbios ainda desconhecidas pela ciência”, conta o coordenador do estudo, Márcio Borges Martins, do Departamento de Zoologia da UFRGS. O trabalho começou em 2007 e, desde então, pelo menos quatro novas espécies foram descobertas: uma coral-verdadeira (Micrurus silviae), além de outra serpente e mais dois lagartos, esses três últimos ainda em processo de descrição. “Em pouco tempo de pesquisa, já obtivemos ótimos resultados no levantamento de espécies; as duas serpentes e os dois lagartos são apenas algumas delas”…

Novo Teste para Diabetes é Aceito pela OMS

Imagem
Especialistas da Organização Mundial de Saúde (OMS) estão apoiando um novo teste para diagnosticar o diabetes mellitus, o exame de hemoglobina glicosilada, ou HbA1c. A vantagem desta medição é dispensar o jejum do paciente para que seja realizado. Entretanto, o custo mais elevado faz com que a análise seja utilizada, pelo menos por enquanto, apenas como adicional para o diagnóstico da doença, que afeta mais de 220 milhões de pessoas em todo o mundo. A HbA1c é um tipo de proteína celular presente nas hemoglobinas e se forma quando os glóbulos vermelhos são expostos a glicose no plasma. Segundo Ala Alwan, diretor adjunta da OMS para Doenças Não Transmissíveis e Saude Mental, a adição de um novo teste para diagnosticar o diabetes é um avanço positivo, contudo ele alerta que os testes de garantia da qualidade devem estar em dia. "Os testes de HbA1c são métodos práticos de diagnosticar o diabetes. Ao contrário de outros meios de diagnóstico, o teste não que exige que o paciente fique se…

Faça uma Viagem Insólita Com o Google Body Browser

Imagem
Nova ferramenta do Google permite passeio por 'camadas' do corpo humano. Por meio de uma visualização em três dimensões, é possível navegar da pele ao sistema nervoso.
Fisioterapeutas, fãs de anatomia, biólogos, médicos e, quem sabe, pintores. É difícil definir a quem se destina a nova ferramenta criada pelo Google no final de 2010: o Google Body Browser, uma espécie de Google Earth do corpo humano. O que a comparação com a ferramenta que ajuda a conhecer regiões da Terra quer dizer na prática? Que agora é possível navegar pelos tecidos e camadas do corpo humano, tal como Dennis Quaid em "Viagem insólita", o clássico filme da década de 1980.  É possível, com um simples mexer de mouse, enxergar em três dimensões o corpo humano. São seis modos de visualização: a pele, o tecido muscular, o tecido ósseo, os órgãos, o sistema circulatório e o sistema nervoso.O modelo do corpo a ser investigado é de uma mulher, o que impõe, obviamente, ausência de estruturas próprias ao corpo…

Perfil das Vítimas de Linha de Cerol em MG

Imagem
A manicure Esteliane Lima Silva, de 21 anos, teve o pescoço cortado por uma linha de pipa com cerol em 2009 no Jardim Morada do Sol, em Indaiatuba (SP). Levantamento vai auxiliar na prevenção das ocorrências e atendimento às pessoas que chegam ao pronto-socorro
Um estudo inédito realizado no Hospital João XXIII, da Rede Fhemig, em Minas Gerais, traçou o perfil epidemiológico das vítimas de linhas de cerol na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O levantamento, realizado com 211 vítimas desse tipo de acidente, entre 2005 e 2009, vai auxiliar na prevenção das ocorrências e atendimento às pessoas que chegam ao pronto-socorro. O cerol é uma mistura criminosa de cola de madeira com vidro moído usada em linhas de papagaio (pipas) por todo o Brasil. Em meados de julho, agosto e setembro, onde os ventos são fortes e as crianças estão em período de férias escolares, e em dezembro, janeiro também época de férias escolares são comuns os acidentes com motociclistas que passam por áreas on…

O Que é o Coma?

Imagem
Coma é o estado em que uma pessoa fica com a consciência comprometida e demonstra pouca ou nenhuma reação a estímulos, não sendo capaz de abrir os olhos, pronunciar palavras nem obedecer a comandos simples. “O coma é um sinal de que o enfermo apresenta uma doença grave que está comprometendo o sistema nervoso central”, explica Regina Marcia Cardoso de Sousa, professora do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP). Essas enfermidades podem tanto estar diretamente relacionadas ao sistema nervoso central, como tumores, meningite, acidente vascular cerebral e traumas cranioencefálicos, quanto afetar indiretamente o funcionamento das células nervosas, que podem ser desde problemas metabólicos, como o diabetes, até paradas cardíacas, insuficiência respiratória, perda de sangue, intoxicação etc. “Mas é importante lembrar que a doença só leva ao estado de coma quando a situação é muito grave”, ressalta a professora. O coma tem vários…

Novo Monitoramento da Tuberculose no Brasil

Imagem
Colônia de 'Mycobacterium tuberculosis', também conhecido como bacilo de Koch, causador da tuberculose. (foto: Wikimedia Commons) Um terço da população mundial está infectado com o bacilo de Koch. Mas só 10% desenvolvem a doença; os 90% restantes são potenciais transmissores.
Segundo previsões da Organização Mundial da Saúde, a tuberculose deverá matar 2 milhões de pessoas por ano ao longo da próxima década. Hoje, cerca de 80% dos casos se concentram nos países em desenvolvimento, pois a doença está intimamente relacionada com a má distribuição de renda. O Brasil é um dos focos, contabilizando a média de 100 mil casos e 5 mil mortes por ano. Mas, mesmo em um cenário tão inquietante, pesquisadores brasileiros trazem uma boa notícia: o desenvolvimento de uma nova metodologia de monitoramento e controle da tuberculose, que, se colocada em prática, poderá otimizar a eficiência das políticas públicas contra a doença. “É um método de monitoramento de tuberculose inédito no mundo”, dis…

Biomimética: Imitando a Natureza para Criar Tecnologias

Imagem
A seda produzida pelas aranhas é considerada um dos supermateriais do século XXI e suas aplicações potenciais incluem produtos de microcirurgia, coletes à prova de balas e linhas de pesca, que requerem alta resistência e alta elasticidade.
Há muito a ciência tenta imitar os organismos vivos. A esse ramo de pesquisa dá-se o nome de Biomimética. O termo biomimética está vinculado à idéia de que os organismos, ao longo da evolução das espécies, foram levados a "resolver" os diversos problemas de adaptação e de eficiência para que conseguissem sobreviver. Uma das invenções nascidas da observação dos vegetais é o velcro, copiado do carrapicho, bolinha rodeada de espinhos curvos que gruda em nossa roupa em passeios no campo.
Mas nenhuma característica do carrapicho se aproxima das habilidades das aranhas que os cientistas pretendem imitar. A começar pela teia, eficientíssimo sistema de captura de moscas e mosquitos que, no pequeno mundo dos insetos. Por conta desse desempenho, def…

Repressão Sexual

Imagem
Apesar de um grande número de homens e mulheres buscar relações sexuais mais livres, respeitando os próprios desejos, uma grande parcela da população ainda se submete a valores morais anacrônicos, sem nenhum questionamento. O sexo é ainda tão reprimido, tão cheio de tabus e preconceitos, que a maioria não sabe diferenciar o que realmente deseja do que aprendeu a desejar. Quantas vezes você ouviu uma amiga afirmar, após ter ficado de carícias e beijos a noite inteira com um homem, que não foi ao motel porque não sentiu vontade? Ou um amigo dizer que não está a fim de sair com determinada mulher, quando no fundo o medo é de falhar a ereção? A repressão sexual é um conjunto de interdições, valores e regras estabelecidas pelo social para controlar a sexualidade das pessoas. O maior perigo da repressão sexual é quando, de tão bem-sucedida, não se percebe sua existência. Por meio da educação, os valores e as proibições sociais são assimilados de tal maneira que, depois de internalizados, se e…

Cuidado com as Arraias de Água Doce

Imagem
Acidentes com arraias de água doce vêm aumentando entre a população ribeirinha, banhistas e pescadores amadores após a chegada destes peixes nos rios de São Paulo
Arraias de água doce só existem na América do Sul. São o resultado da adaptação de algumas espécies marinhas que entram nos rios. A maioria pertence à família Potamotrygonidae, podendo atingir um metro de diâmetro e pesar 30 kg. No Brasil, as arraias ocorrem na  Amazônia e na bacia Araguaia/Tocantis. Algumas espécies foram encontradas no Rio Paraná, a 30 km da foz do Tietê, embora até pouco tempo esses peixes não existissem nos rios do Estado de São Paulo. As espécies encontradas em São Paulo provavelmente migraram do Rio Paraguai para o Paraná, por onde também chegaram à Argentina. Com o desaparecimento de barreiras naturais - como a cachoeira de Sete Quedas, submersa pelas águas do reservatório de Itaipu - as arraias se locomoveram rio acima e recentemente chegaram ao estado paulista. A arraia pode ter até três ferrões serri…

O Sujeito Epistêmico de Piaget

Imagem
Para explicar como todos podem aprender e o desenvolvimento da inteligência, Jean Piaget reuniu saberes da Biologia, da Psicologia e da Filosofia no conceito do sujeito epistêmico
Mesmo sem ser pedagogo, o cientista suíço Jean Piaget (1896-1980) foi um dos pensadores mais influentes da Educação. Sua atualidade e repercussão na sala de aula devem-se, principalmente, ao incessante trabalho em compreender como se desenvolve a inteligência humana. Entre estudos e pesquisas, que renderam mais de 20 mil páginas, um conceito perpassa toda a sua obra: a ideia do sujeito epistêmico. Segundo Piaget, esse "sujeito" expressa aspectos presentes em todas as pessoas. Suas características conferem a todos nós a possibilidade de construir conhecimento, desde o aprendizado das primeiras letras na alfabetização até a estruturação das mais sofisticadas teorias científicas. Que características tão especiais são essas? "Basicamente, a capacidade mental de construir relações", explica Zél…

O Poder das Vitaminas

Imagem
As vitaminas são micronutrientes indispensáveis na formação e desenvolvimento celular. Uma alimentação variada e colorida oferece a ingestão de diferentes nutrientes  por diferentes alimentos.
Vitaminas são compostos orgânicos muito pequenos encontrados em ínfimas quantidades nos alimentos. Por atuarem no crescimento e desenvolvimento dos seres vivos e em diversas reações químicas, elas são essenciais para o metabolismo das células e sua ingestão é indispensável, uma vez que não são sintetizadas pelo organismo, exceto as vitaminas D e A. A deficiência desses compostos pode levar ao desenvolvimento de carência e o excesso produz efeitos tóxicos. A capacidade de solubilidade e o armazenamento no corpo classificam os tipos de vitaminas: A, D, E e K são lipossolúveis,,pois são absorvidas juntamente com as gorduras da dieta e armazenadas no tecido adiposo e  fígado. Já as vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B5, B6, B7, B9 e B12) e C são hidrossolúveis, por serem absorvidas pelo organismo em…