As Mudanças Climáticas e a Agricultura no Brasil

As mudanças no clima do Brasil têm intensificado a ameaça de pragas para a agricultura e levado ao limite o desafio de melhorar geneticamente plantações, para que resistam a condições extremas de seca, chuva e calor provocadas pelo aquecimento. A elevação da temperatura média dos estados da região sul e as mudanças no regime das chuvas já causam prejuízos para as culturas de feijão, soja, milho, café, trigo, cevada, arroz e das frutas que dependem do frio. Nas lavouras de soja do Sul, Centro-Oeste e Sudeste a ferrugem e outras doenças fúngicas aumentaram. A avaliação dos pesquisadores é que o aumento dos fungos é provocado pela combinação de excesso de chuvas e temperaturas muito elevadas.
Um estudo do Embrapa revelou que primaveras mais chuvosas e quentes favorecem o desenvolvimento de uma espécie de fungo que ataca os grãos de trigo e cevada e produz microtoxinas tóxicas para o homem. A praga toma conta das plantações justamente na época de maturação dos grãos e a produção fica contaminada.

Comentários

  1. Já podemos observar as diferenças que teremos ainda pela frente com todos esses problemas climáticos e ambientais, que temos vividos nesses últimos anos. Muitos não querem nem saber de como será a vida de nossos filhos e netos.
    Com isso, destroem nosso planeta.

    ResponderExcluir
  2. O Brasil é um dos paises que mais existem fábricas e meios como queimadas que afetam a camada de ozônio.Agora obtemos a resposta disto na agricultura com mudanças climáticas, agora é a hora, ou melhor, já passou da hora de nos preucuparmos com o planeta e resolver o problema da agricultura no país.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade