Mata Atlântica: Protejam as Pererecas

Exuberante por natureza e maltratada por séculos de ocupação humana, a Mata Atlântica-da qual restam apenas cerca de 8% de área original-ainda guarda regiões pouco conhecidas e de grande biodiversidade. O corredor central desse ecossistema, localizado próximo à Bahia, por exemplo, é apontado por um grupo depesquisadores brasileiros e americanos como uma das áreas mais ricas em flora e fauna do país.
Utilizando a análise genética de 3 espécies de pererecas do gênero Hypsiboas o grupo de cientistas criou um modelo matemático para determinar que áreas da própria floresta teriam mais biodiversidade, com base na estabilização climática ao longo dos milênios.
Desprezadas por muita gente, as pererecas foram escolhidas porque são indicadores confiáveis da qualidade ambiental da mata. Ao analisar a distribuição e os dados genéticos desses animais, os pesquisadores encontraram o local onde há maior diversidade genética deles, justamente as áreas que se revelaram climaticamente mais estáveis e que , por isso, funcionaram ao longo dos anos como uma espécie de abrigo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade