Progresso na Vacina Anti-Aids


Cientistas americanos e tailandeses anunciaram ontem (24/09) os primeiros resultados  positivos alcançados por uma vacina experimental contra a infecção pelo HIV, após duas décadas de pesquisas fracassadas em busca de um produto capaz de proteger contra uma das piores pandemias enfrentadas pela humanidade. O imunizante RV 144 ( na verdade, o uso combinado de de dois produtos) reduz em um terço o risco de se contrair o vírus - um potencial muito baixo do ponto de vista da imunização, mas muito importante para o avanço da pesquisa.
O novo produto foi testado em 16 mil pessoas  na Tailândia, na maior experiência deste tipo já realizada no mundo. Embora uma vacina de verdade ainda seja uma realidade distante, cientistas classificaram o anúncio de ontem como um significativo avanço científico.
O estudo foi realizado pelos governos dos Estados Unidos e da Tailândia ao longo de 3 anos com voluntários homens e mulheres soronegativos, entre os 18 e os 30 anos. Metade das pessoas recebeu o novo produto e a outra parte, placebo.  Todos  receberam aconselhamento sobre prevenção do HIV. Os participantes foram testados a cada seis meses para o vírus da Aids ao longo de 3 anos.
Os resultados mostraram que, no grupo que recebeu placebo, 74 pessoas contraíram o vírus. Entre os que tomaram a vacina experimental, o número de contaminados foi 51. Ou seja, o risco de contrair o HIV foi reduzido em 31, 2% com o novo produto.
A vacina é baseada nas linhagens B e E do vírus HIV- as mais comuns na Tailândia. Não se sabe se haveria algum resultado com o subtipo C, por exemplo, mais comum na àfrica, onde estão 70% dos casos da doença.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) e o programa de Aids da ONU (Unaids) afirmaram que os resultados "infundem novas esperanças" no campo da pesquisa em busca de uma vacina para o HIV. A cada dia , 7,5 mil pessoas são infectadas pelo vírus; dois milhões morreram de Aids em 2007.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade