A Ciência Médica de House


No popular seriado americano House, o ranzinza mas genial Dr. Gregory House trata de doenças tão insólitas que fazem com que os telesepectadores imaginem se há alguma autenticidade ou se os diagnósticos são pura invenção. House, uma das séries americanas de televisão mais assistida no Brasil atualmente, apresenta um médico brilhante e sarcástico que, com a ajuda de sua equipe desvenda os casos mais bizarros que chegam ao hospital Princeton-Plainsboro.
Dotado de um humor extremamente ácido e uma total inabilidade para lidar com as pessoas, o Dr. House despreza a humanidade e repele qualquer possibilidade de envolvimento, por mais superficial que seja. Apesar de seu jeito rabugento e de sua indisfarçável frieza, que muitas vezes resvala na crueldade, o protagonista cativa o telespectador pela perspicácia com que analisa os sintomas mais incomuns e produz os diagnósticos mais precisos e inesperados.
E os tratamentos nada ortodoxos sugeridos por House, quando ele recomenda o fumo para curar uma doença inflamatória no intestino ou algumas doses de uísque para sarar um caso de envenenamento? Afinal, o que é verdade eo que é ficção nessa intrigante série de TV?
Para encontrar respostas, eu recomendo que leiam o livro "A Ciência Médica de House" ( editora BestSeller) de Andrew Holtz. Com uma linguagem acessível e dinâmica, o autor apresenta o resultado de uma extensa pesquisa em busca dos casos mais peculiares que o irreverente protagonista trata na série que mistura medicina diagnóstica com investigação detetivesca.
Com o subtítulo de "a verdade por trás dos diagnósticos da série de TV", o livro desmistifica os excessos mostrados  na televisão quando o assunto é medicina. Em relação aos exames laboratoriais, por exemplo, freqüentementes vistos sendo conduzidos por médicos no seriado, a maioria deles não podem ser realizados por estes profissionais. Para se realizar testes de laboratórios requer especialização e muitos procedimentos são rigidamente regulados por leis federais e estaduais. O médico especializado em exames laboratoriais e em tecidos e fluidos corporais é o patologista. A defasagem de tempo entre a solicitação de um exame médico e os resultados é muito maior do que aparece na televisão. No mundo real, testes complexos como algumas análises genéticas, podem levar semanas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade