Ave Lira: Ave ou Gravador?


As aves liras (Menura novahollandiae) são peritas na arte de imitar. E fazem isso melhor que os papagaios, pois mesmos sem serem ensinadas elas reproduzem qualquer som: a voz humana, o rangido de uma porta, o latido de um cachorro, uma sirena de ambulância. E a imitação é perfeita. Essas aves vivem na parte oriental da Austrália, nas zonas de arbustos e florestas. Existem 2 espécies: a ave lira soberba e a ave lira de Albert. A soberba é maior e mais bonita. Sua cauda tem dezesseis penas.
As duas penas exteriores são curvadas como as extremidades de um a lira e as penas internas lembram as cordas desse instrumento musical.
Durante o ritual de acasalamento o macho se cobre com a cauda, estendendo-a sobre a cabeça e o dorso; ao mesmo tempo, canta e se exibe em cima de montinhos de areia. Acasala com várias fêmeas e não faz mais nada. A fêmea é menor e não possui a cauda em lira. Ela deve construir seu próprio ninho, que parece uma cabana de galhinhos com uma entrada lateral. Essas aves têm pernas compridas e fortes e asas curtas. Voam muito pouco e escavam o chão à procura dos vermes e insetos de que se alimentam.
Para assistir a ave lira dando um show de imitações, clique  no link abaixo:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade