Doenças Tropicais Afetam Quase Um Bilhão de Pessoas

Dado está no relatório da OMS sobre doenças negligenciadas; Etiópia e Sudão tem o maior número de casos de leishmaniose na África. Acima, foto do percevejo conhecido como "barbeiro", vetor da doença de Chagas.
A Organização Mundial da Saúde (OMS), informou que 1 bilhão de pessoas, a maioria em países pobres, sofrem com doenças tropicais, também conhecidas por infecções negligenciadas. Num relatório, divulgado nesta quinta-feira (14), a agência sugere que os casos podem ser reduzidos, em grande proporção, com políticas eficazes. A organização cita 17 males esquecidos entre eles: hanseníase, raiva, dengue, doença do sono, leishmaniose, doença dos rios e a doença de Chagas. 
A OMS também chama a atenção para os prejuízos económicos de doenças tropicais. Segundo a agência, o Brasil perde o equivalente a pelo menos US$ 5,6 milhões, por ano, com ausências trabalhistas por causa da doença de Chagas.
O médico especialista em doenças tropicais da OMS, Fábio Zicker, disse à Rádio ONU que a agência tem investido na cooperação para combater o problema. "Malária, turberculose, leishmaniose, filariose linfática são doenças associadas à situação precária de vida, situações sócioeconômicas e de saneamento. Não existe nenhum arsenal terapêutico eficiente capaz de controlar essas doenças. Então há uma necessidade de promover o desenvolvimento científico, tecnológico e a rede, a colaboração de pesquisadores de diversos países para que se chegue às ferramentas do controle dessas doenças", explicou.

Objetivos do Milénio

As doenças tropicais negligenciadas têm apresentado um grande desafio ao cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio. Um outro problema é a leishmaniose, uma doença predominantemente rural que atinge 1,6 milhão de pessoas por ano. Quase 90% dos casos de leishmaniose visceral ocorrem em alguns dos países mais pobres do mundo. Três estão no continente asiático, no Bangladesh, na Índia e no Nepal. Na África, os casos registam-se em países como a Etiópia e o Sudão. No continente americano, o Brasil é o único a fazer parte do grupo.

Fonte: ONU

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas