Fumar Altera a Qualidade do Sêmen

 A qualidade dos espermatozóides produzidos por fumantes ativos e usuário de maconha pode ser influenciada por substâncias como o tabaco, a nicotina e THC causando prejuízo reprodutivo

Posto que o tabaco, a nicotina e a maconha podem influenciar na espermatogênese, pesquisadores paulistas do Centro de Estudo e Pesquisa das Faculdades Integradas FAFIBE, liderados pela Prof.ª Dr.ª Renata Dellalibera-Joviliano, procuraram avaliar a qualidade do sêmen de homens fumantes ativos, não-fumantes e comparando com aqueles usuários de maconha. Neste estudo, foi analisado o líquido seminal de 10 voluntários fumantes ativos (utilização de >10 cigarros/dia e tempo superior a 3 anos - GRUPO A), 10 voluntários fumantes e usuários de maconha (uso mínimo de 3 vezes na semana, com tempo superior a 3 anos do consumo inicial - GRUPO B) e 7 voluntários que não utilizavam nenhum medicamento, hábitos de vida saudável, pareados em termos de idade e etnia aos demais grupos (controle - GRUPO C). Diversos foram os parâmetros analisados na realização do espermograma, incluindo, análises físicas, pH e microscópicas. A análise estatística utilizada foi o teste não paramétrico de Mann-Whitney. Os indivíduos fumantes e usuários de maconha apresentaram uma diminuição significativa da motilidade, do número total de espermatozoides (GRUPO A e B >15 milhões enquanto que o GRUPO C > 30 milhões) associado a um aumento percentual de espermatozoides mortos (GRUPO A = 41%; GRUPO B = 55% e GRUPO C = 17.6%) e morfologicamente anormais (GRUPO A = 35%; GRUPO B = 43%, predomínio fusiforme; e GRUPO C = 10%). Portanto, evidenciando que a nicotina e a maconha podem influenciar na qualidade espermática causando o prejuízo reprodutivo.

Fonte: Laes&Haes-Edição 184 de maio de 2010

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas