Droga Derivada da Saliva do Morcego Contra AVC


Uma droga artificial derivada da saliva de morcego vampiro pode ser o próximo grande avanço para salvar a vida de pacientes com AVC

Médicos na Ohio State University Medical Center, nos Estados Unidos, descobriram que uma droga artificial derivada da saliva do morcego pode ser o próximo grande avanço para salvar a vida de pacientes com AVC. Pesquisadores envolvidos nas primeiras fases de testes da droga defendem que o estudo pode proporcionar avanços no tratamento da doença.
Desmoteplase, a droga do estudo, é geneticamente modelada com base em uma proteína encontrada na saliva de morcegos hematófagos da espécie Desmodes rotundus ( também conhecido como vampiro verdadeiro) que dissolve coágulos do sangue. Para os morcegos, a proteína ajuda na alimentação, mas em pacientes que sofreram acidente vascular cerebral isquêmico, a desmoteplase atua como anticoagulante que pode dissolver os coágulos de sangue no cérebro até nove horas depois de um acidente vascular cerebral.
"Quanto mais tempo o tratamento é retardado, maior o risco de dano cerebral significativo, e, infelizmente, muitas pessoas não chegam ao pronto-socorro em tempo para receberem drogas realmente benéficas" , disse o pesquisador Michel Torbey.
"Pedir assistência médica no prazo de três horas é muito importante para a recuperação de um AVC, mas as tentativas de encontrar uma droga que estenda a janela de tratamento não foram bem sucedidas", acrescentou Torbey. "Se os resultados do estudo apoiarem nossas esperanças e expectativas, a desmoteplase pode ser uma nova opção para ajudar pacientes com AVC." A única intervenção anti-coagulante atualmente aprovada para o AVC isquêmico agudo, é a alteplase, que, no entanto, é aprovada para uso dentro de 3 horas após o início dos sintomas.
Torbey disse que o retardo do tratamento do AVC pode aumentar drasticamente a recuperação e causar a morte. O tratamento pode ser adiado por vários motivos, incluindo o tempo de transporte para um hospital ou a incapacidade do paciente para reconhecer rapidamente e agir sobre os sintomas de um derrame.
O primeiro ensaio clínico a ser realizado com a droga deve contar com 400 pacientes.

Saiba mais sobre morcegos no Biorritmo lendo a seguinte postagem:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas