O Reverso do Discurso

Com o seu discurso corajoso e realista, a professora Amanda Gurgel do Rio Grande do Norte tornou-se porta-voz dos profissionais de educação no Brasil inteiro

No dia 10/05/2011, a Professora Amanda Gurgel discursou para os deputados da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte em audiência pública. Durante o evento sobre o cenário atual da educação no RN, a professora Amanda Gurgel foi convidada para dar seu depoimento, o que era para ser um discurso para poucos deputados, deputadas e pessoas presentes se tornou um protesto público após o vídeo ir parar na internet e ser espalhado pelas redes sociais como Twitter, Facebook e Orkut.
Logo de início a professora diz que assim como as pessoas (deputados e secretários) apresentam muitos números quando falam sobre educação, ela gostaria de também apresentar um número, um número composto por apenas 3 algarismos, diferente dos apresentados na casa, esses números são um 9, um 3 e um 0, seu salário, isso por que ela tem nível superior com especialização, depois pergunta se os deputados conseguiriam viver e manter seu padrão de vida com esse salário que não compra nem as roupas que eles usam para se apresentar na câmara, Amanda continua seu discurso e arranca aplausos da pequena platéia presente e continua apresentando fatos e argumentos que surpreende a todos.
Acostumados ao discurso unilateral das autoridades a respeito do assunto educação, a fala da professora do Rio Grande do Norte tornou-se a fala de milhares de profisionais de educação espalhados pelo Brasil inteiro, um desabafo até. O vídeo da professora Amanda Gurgel, que já alcançou mais de 150 mil acessos no Youtube e o nome dela “Amanda Gurgel” está na lista brasileira dos Trending Topics, no Twitter, desde a tarde da última quarta-feira (18/05/2011).
Leia alguns trechos do discurso:
"Estão aceitando a condição precária da educação como uma fatalidade?"
"Sou eu a redendora do país? Não posso, muito menos com o que recebo."
"Sempre o que o poder solicita da gente é paciência, é tolerância... Vocês nos pedem paciência, a minha necessidade de alimentação é imediata, a minha necessidade de transporte é imediata, a necessidade de Jéssica de ter uma educação de qualidade é imediata..."
"Parem de associar qualidade de educação com professor dentro de sala de aula, não fico constrangida de mostrar o meu contracheque, porque penso que o constrangimento deve vir de vocês"
Assista ao vídeo do discurso da professora Amanda:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade