Tráfico de Órgãos: Um Péssimo Negócio da China

A polícia chinesa prendeu 137 pessoas, dentre elas 20 médicos, em uma operação contra o tráfico de órgãos no país. Iniciada no final de julho, em18 províncias, a operação descobriu 127 pessoas que teriam consentido em doar seus órgãos ainda vivas. Em nota, o governo explicou o modo de operação do grupo: “Os suspeitos utilizavam normalmente identidades falsas para recrutar candidatos saudáveis e colocá-los em um local secreto de confinamento separados do mundo exterior”. Os doadores confinados foram liberados durante a operação que durou cerca de uma semana.
A investigação revelou que as principais fontes de compradores para os órgãos eram a internet e contatos em hospitais. “Os suspeitos procuravamos pacientes que precisavam de um transplante de órgãos nos hospitais e na internet e buscavam os doadores correspondentes", disse.
A questão do tráfico de órgãos não é uma novidade para a polícia chinesa. Em abril, um adolescente vendeu por US$ 3.500 (R$ 7.000) um rim para realização de transplante ilegal e utilizou o dinheiro para compra de um iPhone e um iPad. A venda foi realizada pela internet.

Fonte: Jornal Destak Rio (edição de 06/08/2012)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas