Um Curioso Caso de Botulismo

O botulismo é uma doença súbita, violenta e que paralisa os nervos, causada pelas toxinas da bactéria Clostridium botulinum. Crescem  apenas na ausência de oxigênio - como numa lata de carne em conserva aquecida insuficientemente, ainda na fábrica, para matar os esporos. 

Richard Gordon, médico britânico, autor do livro "A Assustadora História da Medicina" (Ediouro Publicações), nos relata nesta obra a morte de 8 hóspedes do hotel Loch Maree na Escócia, em 1922, por envenenamento após a realização de um piquenique. Para entendermos como se deu o ocorrido, vamos acompanhar alguns trechos da narrativa de Gordon.

"Os 44 hóspedes que lotavam o famoso hotel Loch Maree, (situado às margens do lago de mesmo nome) dividiram-se  em grupos de pesca de dois pescadores por barco, com um guia local para remar. Os pescadores que pretendiam aproveitar  o dia dessa maneira receberam meia dúzia de sanduíches - carnes frias, patê de frango e presunto, e carne de pato selvagem em conserva - preparados na cozinha naquela manhã.
No momento do almoço, "o major Anderson preferiu a carne fria. Ele passou a carne em conserva  a seu guia, embora sua esposa Rosamund achasse o pato selvagem um tanto atraente (...). O general-de-brigada Nichol não gostou do pato em conserva e almoçou queijo e biscoitos. O coronel Lane terminou o seu pato selvagem com prazer. Os cavalheiros foram tão generosos dando os sanduíches a seus guias, que o jovem Ian Mackenzie pôde escolher alguns e enfiá-los em sua cesta de pesca e levá-los à esposa."
"A pesca do dia foi pesada e deixada na mesa de mármore da sala do hotel. Os convidados vestiram-se e jantaram, e passaram a noite jogando bridge e lendo livros. No dia seguinte, antes do café-da-manhã, o jovem John Talbot queixou-se de estar enxergando dobrado. À medida que a notícia se espalhava pela sala, o comerciante John Stewart exclamou que também estava sofrendo da mesma condição."
"Os dois doentes abandonaram o café-da-manhã. Sentiam-se tontos. Suas pálpebras começaram a cair. Sentiam um aperto na garganta. Começaram a vomitar e suar. Cambaleantes, tiveram que se deitar. Suas vozes tornaram-se roucas, indistintas e desapareceram. Não conseguiam engolir sua saliva. Mal podiam mover pernas e braços."
Em seu chalé, às margens do lago, o guia Kenneth MacLennon estava sofrendo dos mesmos sintomas dos hóspedes do hotel Loch. Lá, a sra.Rosamund Anderson e a sra. Dixon desenvolveram durante a manhã os mesmos sintomas, e ao cair da noite estavam mortas.O sr. Talbot e  o sr. Stewart morreram no dia seguinte. O general Nichol e o coronel Lane sentia-se bem.
A aterrorizante dupla visão  atacou outros hóspedes trêmulos, seguida implacavelmente dos mesmos sintomas, e eles foram para os seus quartos e morreram.
O marido da sra. Dixon morreu na manhã de quinta-feira, o guia McLennon à  noite. Na segunda-feira morreu  o sr. Willis e o guia Mackenzie foi o último, na noite de segunda-feira, deixando uma jovem viúva e duas crianças.
O piquenique do lago Maree cativou o público, assim como o igualmente inexplicável e assustador monstro do lago Ness, dez anos depois. As oito mortes foram vagamente atribuídas a "envenenamento por ptomaína". O botulismo foi mencionado pela primeira vez na sexta-feira pelo secretário de saúde local.
O botulismo é uma doença súbita, violenta e que paralisa os nervos, causada pelas toxinas da bactéria Clostridium botulinum. Os bacilos são pequenos bastões , que formam esporos resilientes. Encontram-se espalhados por todos os lugares, no solo, e são úteis na decomposição de animais e plantas mortos. Crescem apenas na ausência de oxigênio - como numa lata de carne em conserva aquecida insuficientemente, ainda na fábrica, para matar os esporos (salsichas, em latim, são botuli).
O surto de botulismo do Loch Maree foi o primeiro na Grã-Bretanha. Um surto anterior havia acontecido na Europa 25 anos antes resultando na morte de 3 alemães após comerem presunto. Havia acontecido um surto na América apenas dois meses antes, com a morte de 6 pessoas em Idaho após a ingestão de vegetais  enlatados caseiramente. 
Um inquérito realizado na Escócia uma quinzena mais tarde chegou a conclusão que apenas uma lata de patê estava infectada com a toxina botulínica.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas