Morto Por Excesso de Trabalho

Publicitário chinês de 24 anos morreu após ser submetido a uma rotina extenuante de trabalho em Pequim. E este não foi o primeiro caso de morte por exaustão do trabalho no país.

Parece uma piada de mau gosto, mas não é. Aconteceu na China. Um jovem publicitário morreu em Pequim após meses de trabalho contínuo e com poucas horas de descanso. Li Yuan, de 24 anos,  trabalhava durante a tarde do dia 14 de maio de 2013, uma terça-feira, quando sentiu dores no peito e caiu, desfalecido. Seus colegas de trabalho chamaram o serviço médico de emergência local, que o levou ao hospital, onde ele morreu.
Segundo relatos, ele trabalhava há algum tempo de maneira extenuante, sem o descanso apropriado. Entrava cedo na empresa e saía sempre após as 23h. Esse, no entanto, não é o primeiro registro de morte
por trabalhar demais. Em 2011, outro jovem em uma empresa de consultoria morreu do coração, aos 25
anos, em Xangai.
Todo ano na China, segundo o “Want China Times”, 600 mil pessoas morrem subitamente por “exaustão do trabalho”. Os primeiros sinais de estafa são náuseas, falta de apetite e mudanças no humor (na maioria das vezes, depressão).
Fonte: Jornal Destak Rio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade