A Primeira Engrenagem Mecânica da Biologia

Pequeno inseto europeu  utiliza engrenagens nas pernas para realizar saltos. É a primeira vez que engrenagem mecânica é achada em estrutura biológica. Descrição do mecanismo foi publicada na revista 'Science'

Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, descobriram que um pequeno inseto, muito comum em jardins da Europa, tem engrenagens nas pernas traseiras que o ajudam a realizar grandes saltos, seu principal meio de locomoção.
De acordo com estudo publicado no dia 12 de setembro de 2013 na edição impressa da revista “Science”, é a primeira vez que são encontradas engrenagens mecânicas em estruturas biológicas.
A pesquisa foi realizada com insetos do gênero Issus. Vídeos em alta velocidade foram gravados para demonstrar como funcionam o mecanismo. A visualização de sua anatomia foi feita com equipamentos especiais.
Apesar de assimétricas, elas se encaixam perfeitamente antes do inseto pular.Em cada pata do inseto foram encontrados entre dez e 12 dentes. As engrenagens tinham cerca de 400 micrometros e estão localizadas nas patas traseiras.
Segundo os pesquisadores, a engrenagem biológica é muito semelhante ao mecanismo utilizado em bicicletas e no interior de motores de automóveis.
De acordo com um dos autores do artigo, Malcolm Burrows, do Departamento de Zoologia de Cambridge, os dentes das engrenagens do inseto se movem muito rapidamente.
No entanto, este artifício só é encontrado nos exemplares jovens deste inseto, se perdendo quando ele alcança a vida adulta. Ainda não se sabe o porquê do desaparecimento dos dentes nas pernas durante o desenvolvimento do animal.

Fonte: Portal G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas