Morte de Tigres Siberianos na Rússia

Mais de vinte tigres siberianos foram assassinados na Rússia por caçadores entre janeiro e setembro de 2013 

Vinte e um tigres de Amur, espécie ameaçada de extinção, foram assassinados no Extremo Oriente da Rússia entre os meses de janeiro e setembro deste ano, segundo informou na terça-feira (24), o Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal (IFAW). Em nota publicada em seu site, a organização declarou que apesar da proibição da caça, peles e outras partes do animal são oferecidas sem problemas na internet russa e, a julgar pelo número de anúncios analisados, pelo menos 21 animais teriam sido assassinados só em 2013. Mas, acreditam os especialistas, esse número deve aumentar até o final do ano.
De acordo com a diretora regional do IFAW, Maria Vorontsova, enquanto existir demanda por ossos, peles e órgãos desses animais, os caçadores não hesitarão em enfrentar os riscos de multa e outras punições leves para lucrarem com o negócio. “Embora as autoridades tenham endurecido as leis contra esse tipo de atividade, casos como esses chegam à corte apenas de forma esporádica”, dizem.
O tigre de Amur, também conhecido como tigre-siberiano, é uma das muitas espécies ameaçadas presentes na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza. Pesquisas recentes indicam que a população desses animais nos territórios russos de Khabarovsk e Primórie se estabilizou nos últimos anos, sendo estimada, em aproximadamente, 450 indivíduos.
Fonte: Diário da Rússia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas