Mais Sobre Cachorros e Lobos



Crânio de canídeo com 36 mil anos, achado em caverna na Bélgica, pode ser de animal ancestral comum de lobos e cães (Instituto Real de Ciências Naturais da Bélgica)

A revista Science em sua edição de 15 de novembro de 2013 publicou uma estudo afirmando que o animal ancestral comum de cães e lobos era europeu e teria cerca de 20 mil anos, o dobro do tempo transcorrido desde a invenção da agricultura, precedendo até a chegada do homem ao continente americano.
Segundo a revista, as origens geográficas e temporais do cão doméstico ainda permanecem controversas. Apesar de dados genéticos sugerirem que o processo de domesticação tenha iniciado há 15 mil anos no leste da Ásia, o estudo de fósseis de canídeos antigos encontrados em cavernas na Europa e na Sibéria datam de mais de 30 mil anos.
Para este estudo, foram analisados os genomas mitocondriais de 18 canídeos pré-históricos da Eurásia e do Novo Mundo, juntamente com um painel abrangente de análise do DNA de cães modernos, coiotes e lobos. Segundo reportagem da Folha de São Paulo de 18/11/2013 foram analisados o DNA de 77 cães de diferentes raças, 49 lobos e 4 coiotes.
Os pesquisadores, liderados por Olaf Thalmann, da Universidade de Turku, na Finlândia, e Robert Wayne, da Universidade da Califórnia em Los Angeles, fizeram uma leitura completa do DNA mitocondrial desses animais e construíram uma árvore genealógica a fim de analisar as relações filogenéticas entre as espécies. Segundo Wayne " Quase nenhum dos lobos atuais, por outro lado, tem parentesco próximo com os cães de hoje, o que outros estudos já mostravam. Tudo indica que a população de lobos ancestral dos atuais cães acabou se extinguindo".
A reportagem da Folha acrescenta que "as análises também trouxeram uma estimativa para a data de domesticação, a qual, segundo o pesquisador, encaixa-se bem com a ideia de que certos lobos começaram a rodear os acampamentos dos caçadores humanos e 'limpando' as carcaças abandonadas.
Com o tempo, a relação foi se tornando mais estreita, com os bichos sendo usados como guardas ou companheiros de caça. Uma hipótese popular apostava em outro mecanismo de origem, a domesticação depois do surgimento da agricultura.
Pesquisadores rivais, no entanto, dizem que ainda é cedo para abandonar ideias concorrentes. Peter Savolainen, do Instituto Real de Tecnologia de Estocolmo (Suécia), um dos defensores da origem asiática dos cães, criticou a falta de DNA de fósseis da Ásia na análise.", diz a Folha.

Para saber mais:

Thalmann, O et al. Complete mitochondrial genomes of ancient canids suggest a european origin of domestic dogs. Science 15 November 2013: Vol. 342 no. 6160 pp. 871-874 DOI: 10.1126/science.1243650

BiorritmoSobre cachorros e lobos. 21/01/2013

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade