Quem Quer Ser Um Cientista?


Agora você pode contribuir para novas pesquisas - do conforto de sua casa. Conheça a plataforma Zooniverse, um site que permite que você contribua em pesquisas científicas nas áreas de biologia, astronomia, arqueologia, etc


Se você é uma daquelas pessoas que sempre sonhou em ser cientista, agora chegou a sua vez. Mesmo que você nunca tenha sentado num banco de universidade, poderá curtir uma de cientista e contribuir para a realização de pesquisas científicas memoráveis. E o melhor: sem precisar sair de sua casa. Conheça a plataforma Zooniverse

"A Zooniverse, uma plataforma na qual qualquer pessoa pode contribuir ativamente com pesquisas científicas - basta ter um computador com acesso à internet. O site disponibiliza uma série de projetos, em diversos campos da ciência (biologia, astronomia, humanas). O internauta pode se inscrever para participar em qualquer um deles e, do computador, ajudar historiadores a catalogarem artefatos, a explorar o clima de marte ou a descobrir o que existe no fundo de oceanos, por exemplo."
De acordo com a Revista Galileu, " o Zooniverse foi criado em 2007, a partir de um único projeto de ciência cidadã chamado Galaxy Zoo, que pedia a ajuda de internautas para classificar as imagens de milhares de galáxias por seus formatos. 'Descobrimos aí que humanos são muito melhores nessas coisas do que programas de computador. Podíamos ter colocado um software para fazer o trabalho, mas o resultado foi muito melhor com gente de verdade', conta um dos criadores, o astrônomo Chris Lintott. 'Com o sucesso do Galaxy zoo, outros cientistas começaram a pedir nossa ajuda pra recrutar internautas e percebemos que podíamos levar o conceito para outros campos do conhecimento. E aí nasceu o Zooniverse', explica".
" De acordo com Lintott, praticamente todos os projetos disponíveis no Zooniverse foram resultado da aproximação de cientistas que tinham muito mais dados do que poderiam processar. 'Esse problema é muito comum - e aumenta à medida em que a quantidade de dados disponibilizados pelas novas tecnologias se torna maior. Então a demanda pelo trabalho de cientistas cidadãos sempre cresce', afirma.
Uma das maiores conquistas do site é o projeto Planet Hunters, diz a Galileu. "Voluntários, usando a plataforma, encontraram mais de 50 objetos espaciais, que podem ser planetas, que não haviam sido notados nem por astrônomos profissionais ou por seus programas. "Alguns desses planetas são espetaculares, como o Planet Hunters 1b, o único planeta que conhecemos que está em um sitema com quatro estrelas. Também encontraram um sistema com sete planetas, similar ao nosso Sistema Solar, que tem oito planetas', conta Lintott".
"Até o momento, o Zooniverse tem cerca de 900 mil participantes inscritos, das mais variadas idades e níveis de estudo. O próximo passo do site é tornar a plataforma mais acessível para que os próprios cientistas cidadãos possam lançar projetos por lá. 'Queremos que o sistema se torne tão fácil quanto o de um blog. E também queremos traduzir o site para outras línguas e, com isso, recrutar mais gente. Esperamos que os brasileiros possam ver o Zooniverse em português em breve', afirma o astrônomo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade