Camarão- Fantasma

Pesquisadores descobrem uma nova espécie de microcrustáceo translúcido que habita cavernas de recife na costa do Oceano Pacífico

Uma nova espécie de microcamarão descoberta nas águas da costa da Califórnia foi anunciada em outubro deste ano na revista ‘Zootaxa’. Nomeado Liropus minusculus devido ao seu pequeno tamanho, estes minúsculos crustáceos foram identificados por uma equipe de pesquisadores da Universidade de Sevilha e foram encontrados vivendo em uma caverna de recifes ao longo da ilha de Catalina, na Califórnia. A fêmea da espécie está à esquerda e o macho à direita. Os machos possuem em média apenas três milímetros de comprimento e as fêmeas, dois. É a menor espécie do gênero.
Eles pertencem a uma família de animais conhecidos como Caprellidae, e embora as criaturas são mais comumente identificadas como 'camarões-fantasmas' ou 'camarões-esqueleto' (um apelido dado em reconhecimento aos corpos delgados e translúcidos dos pequenos crustáceos) eles não são, de fato, camarões , mas um tipo de crustáceo conhecido como anfípodes.
José Manuel Guerra-García, o principal autor do artigo que descreve o Liropus minusculus , percebeu em 2010 que o camarão-fantasma constituía uma espécie ainda não descoberta pela ciência após ver espécimens em um museu . A descoberta é notável, uma vez que constitui o primeiro exemplar do gênero Liropus encontrado no nordeste do Oceano Pacífico.
Possuem patas e pinças bem peculiares (parecidas com as do louva-a-deus) utilizadas para prender a fêmea durante a cópula e para capturar presas menores ainda que eles.Seus corpos angulares e coloração clara também ajudam na captura de presas, permitindo-lhes se misturar entre as algas e vegetação no fundo do mar. Apesar de serem encontrados ocasionalmente em climas mais profundas do oceano seu habitat preferido é a zona intertidal e infralitoral.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas