Dados Florestais do Google Para Todos

A Universidade de Maryland, o Google e outros parceiros disponibilizaram para download um conjunto de dados valiosos sobre cobertura florestal, o chamado mapa florestal global

A Universidade de Maryland, o Google e outros parceiros disponibilizaram para download um tesouro em dados de cobertura florestal.
Os dados são a base do conhecido mapa florestal global, lançado no último ano. Até agora, os usuários podiam navegar no mapa para verem perdas e ganhos de cobertura florestal históricos, mas não podiam fazer download dos dados brutos.
O conjunto de informações inclui registros de coberturas do dossel e de perdas e ganhos na extensão florestal entre 2000-2012, além de dados de perda florestal bruta em escala global.
Embora o conjunto de dados esteja disponível em um formato que será provavelmente mais usado para conhecimento técnico, ele permitirá aos usuários criar mapas derivativos, visualizações e agregações. Por exemplo, uma agência do governo pode desenvolver estimativas anuais de perda florestal em nível nacional ou subnacional, enquanto um conservacionista pode observar a recuperação florestal em uma área recém-protegida.
Os dados também podem ser analisados usando o Google Earth Engine.
O conjunto de dados é baseado em análises de 654.178 imagens do Landsat da NASA. O artigo que descreve a pesquisa foi publicado em novembro de 2013 no periódico Science. O trabalho concluiu que o mundo perdeu cerca de 2,3 milhões de hectares de floresta – e ganhou 800 mil quilômetros quadrados –entre 2000 e 2012.
Matthew Hansen, geógrafo da Universidade de Maryland que liderou o estudo, comentou sobre o poder dos dados quando a pesquisa foi publicada, no último ano.
“As pessoas usarão esses dados de formas que não podemos nem imaginar hoje”, disse ele. “O Brasil usava dados do Landsat para documentar suas tendências de desmatamento e para desenvolver políticas e eles também compartilhavam seus dados publicamente. Mas tais dados não estavam amplamente disponíveis para outras partes do mundo. Nosso mapeamento global de cobertura florestal levanta o véu – revelando o que está acontecendo em lugares sobre os quais antes as pessoas só poderiam conjecturar.”

Para saber mais:
ESTUDO ORIGINAL: Hansen, M. C., P. V. Potapov, R. Moore, M. Hancher, S. A. Turubanova, A. Tyukavina, D. Thau, S. V. Stehman, S. J. Goetz, T. R. Loveland, A. Kommareddy, A. Egorov, L. Chini, C. O. Justice, and J. R. G. Townshend. 2013. “High-Resolution Global Maps of 21st-Century Forest Cover Change.” Science 342 (15 de novembro): 850–53

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade