Ações Simples Contra o Ebola

Comunidade de mobilização online acredita que é possível conter o avanço de epidemia de ebola na África fornecendo equipamentos de proteção individual, materiais de saneamento e  outros suprimentos para as equipes que trabalham na linha de frente da doença

A Avaaz, uma comunidade de mobilização online que leva a voz da sociedade civil para a política global, acredita que podemos conter a expansão do vírus ebola por meio de ações simples. Frente a terrível estimativa do CDC (Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos) de que a epidemia de ebola pode contaminar 1,4 milhões de pessoas na África até janeiro, a Avaaz resolveu optar por uma mobilização imediata.

Nas últimas duas semanas, milhares de corajosos membros da Avaaz se voluntariaram para viajar até a África Ocidental e ajudar a conter o vírus mortal do Ebola. Mas nem todos nós podemos viajar para a África ou temos as habilidades necessárias para ajudar. Portanto, a Avaaz perguntou a uma das organizações na linha de frente o que o restante da sua comunidade de 39 milhões de pessoas poderia fazer para ajudar os profissionais de saúde no local a salvar vidas e conter a expansão da doença. A resposta foi tão simples, concreta e trágica: fornecer materiais de saneamento - luvas, sabão, cloro; kits de Equipamento de Proteção Individual (EPI), ambulâncias, camas, equipamentos e suprimentos para os Centros de Tratamento de Ebola.
A organização considera praticamente um crime o fato de a comunidade internacional ainda não tenha conseguido fornecer essas coisas básicas para os necessitados. Kits de EPI custam  690 reais, e como parte desses kits são descartados depois do uso, o pessoal de saúde usa mais de 15 mil kits de EPI por mês.
Profissionais de saúde locais morreram tentando tratar pacientes sem o equipamento certo e a resposta internacional tem sido inadequada. Algumas das nações mais ricas do mundo comprometeram-se com menos médicos do que o número de voluntários da Avaaz. Neste momento, a ONU prevê 10 mil novos casos de Ebola por semana, mas há apenas 4.300 leitos garantidos para tratá-los!
Os governos estão lentamente começando a se mobilizar, graças à intensa repercussão sobre a crise, mas a maioria não está respondendo rápido o suficiente. A verdade assustadora é que a ONU diz que só temos algumas semanas para conter o Ebola ou então milhões de pessoas poderão estar em perigo. A Avaaz está trabalhando com várias organizações humanitárias e consultando os governos da Libéria e Serra Leoa, além de promover uma campanha de doação em dinheiro entre os seus membros pela internet com o intuito de comprar os equipamentos e suprimentos necessários. Eles elaboraram uma lista do que é possÍvel se comprar com as arrecadações, Veja: 

R$5 poderiam comprar sabão para prevenir infecções.
R$72 poderiam treinar um professor a explicar a prevenção do Ebola para as crianças, para que elas aprendam como evitar a doença.
R$690 poderiam pagar por um kit de equipamentos de proteção individual completo para permitir que os profissionais de saúde na linha de frente cuidem com segurança das pessoas com Ebola.
R$120.000 poderiam comprar, fornecer e equipar uma ambulância.
R$300.000 poderiam fornecer o equipamento e materiais para criar um centro de tratamento de 50 leitos.

Se você deseja conhecer melhor o trabalho da Avaaz, ou até mesmo resolver se afiliar a essa organização, clique no link abaixo

Fonte: Avaaz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade