Um Estranho na Antártica

Uma equipe de cientistas introduziram um pequeno robô disfarçado de pinguim no meio de uma colônia de pinguins-imperadores para fazer imagens inéditas e ajudar a  desvendar aspectos comportamentais da espécie desconhecidos pela ciência

Cientista introduziram um pequeno robô disfarçado de pinguim no meio de uma colônia de pinguins-imperadores com um propósito muito nobre: descobrir mais detalhes sobre os Aptenodytes forsteri, nome científico desses pinguins. A equipe de cientistas fez o robozinho para ajudar a desvendar aspectos desconhecidos pela ciência sobre o comportamento dessa ave.
Geralmente, pinguins-imperadores não agem com naturalidade perto de humanos, por isso são conhecidos pela timidez, como aponta um vídeo divulgado esta semana. Atualmente, sabe-se que é a maior espécie de pinguim que existe no mundo – pode chegar a medir 1,15 metros de altura e pesar até 46 kg, como conta o biólogo Guilherme Brito, que trabalha no Museu Nacional da UFRJ.
O mais impressionante, segundo o pesquisador, é a reprodução deles: ela é única no reino animal e suas razões ainda são intrigantes. “Pinguins-imperadores começam seu período de reprodução a mais de 200 km do mar aberto, no continente, e o macho é totalmente responsável pela incubação (processo de chocar os ovos), enquanto a fêmea vai ao oceano buscar comida. Caso o filhote saia do ovo antes de a fêmea voltar, o macho solta uma substância chamada "leite de pinguim" (substância composta de 59% de proteína e 28% de lípidos, produzida por uma glândula no seu esôfago), que permite que o filhote sobreviva por até duas semanas, esperando a volta da mãe”, explica Guilherme. 
E isso tudo acontece no inverno antártico, com temperaturas congelantes abaixo de 60 graus celsius negativos! Para sobreviver ao frio e aos ventos de até 200 km/h, os machos formam agregados, andando às voltas dentro deles. Também foram observados expondo as costas em direção ao vento, com vista a conservarem o calor corporal. Durante os quatro meses de incubação, o macho pode perder até cerca de 20 kg, dos 38 kg iniciais.
Assista ao vídeo:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas