A Seleção Sexual em Aves

Com o intuito de se acasalar, as aves desenvolveram estratégias de cortejo, cantos, exibição de cores e estruturas extraordinárias para atrair o parceiro. Um exemplo bem interessante é o cortejo do macho da ave-do-paraíso mostrado no vídeo que acompanha esta postagem

Com o único objetivo de se acasalar para reproduzir, as aves se exibem, cortejam e competem com estratégias das mais inacreditáveis. Porém todo esse apelo sexual nem sempre as beneficiam: quanto mais bela é a ave, maiores são as chances de suas penas fazerem parte do ornamento de um chapéu, o que vem a favorecer a sua extinção. Em Nova Guiné,por exemplo, as penas das belíssimas aves-do-paraíso são símbolos de estatuto social, sendo utilizadas em chapéus e adornos, além de serem utilizadas nas danças do povo nativo.
Muito do que achamos atraente numa ave é o resultado do processo de seleção sexual, conforme esclareceu Juan Moreno Klemming, especialista no tema, durante o Congresso Espanhol de Ornitologia, realizado esta semana em Madri pela SEO/Birdlife. Klemming costuma abordar em seu estudos, as condutas de cortejo, os cantos e a exibição de cores e as estruturas espetaculares que as aves utilizam para se acasalar. Os especialista acredita que sem a seleção sexual, o mundo a nossa volta seria muito mais cinzento e sem graça.
Em entrevista à Agência Sinc, Juan Klemming comenta sobre vários aspectos da seleção sexual em aves, inclusive a poligamia. Ele diz que,para muitas espécies,é muito mais eficaz atrair outras fêmeas que ajudar uma só a cuidar dos filhotes. Já em outras, as fêmeas preferem compartilhar um macho bem-sucedido que manter relações monogâmicas com um macho pouco atraente.
O especialista explica também que a competição sexual masculina é baseada em uma assimetria básica que vem das origens evolutivas da vida multicelular: a desigualdade entre gametas grandes, carregados de recursos e gametas pequenos e móveis..Os produtores de gametas pequenos que, por definição chamamos de machos, possuem em todos os momentos um potencial reprodutivo enorme em comparação com os produtores de gametas grandes, que chamamos de fêmeas. Esta enorme discrepância no potencial reprodutivo entre os sexos é o que promove a seleção sexual. Teoricamente, um macho teria o potencial para fecundar milhões de fêmeas, pois investe na produção de milhões de gametas minúsculos.  A tentativa de atingir esse potencial em concorrência com outros machos é a força motriz da seleção sexual. Muitos machos não conseguem obter qualquer sucesso reprodutivo, enquanto outros têm um alto sucesso. Assim, se expressa a seleção sexual. 
Talvez o exemplo mais marcante de seleção sexual é o cortejo das aves-do paraíso de Nova Guiné. Veja no vídeo a seguir:

Fonte: SINC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas