Por Que Ainda Trabalhamos à Moda Antiga?

Instituída pela Revolução Industrial, a jornada de 8 horas não se encaixa no estilo de vida e métodos de trabalhos modernos. Na verdade, deveríamos trabalhar menos horas e mais inteligentemente: as pessoas muitas vezes confundem ocupação com produtividade e essa confusão pode dar origem a empregados cada vez mais cansados, estressados e improdutivos.


Trabalhar 8 horas por dia no horário comercial ainda é a forma com que muita gente ganha a vida. E, no entanto, é óbvio que trabalhar por mais hora não aumenta a nossa produtividade. Então por que fazemos isso? Qual seria a alternativa?

O horário arbitrário, das 9h às 17h, foi instituído em 1800, mas não se alinha com a forma que sabemos ser melhor para trabalhar. a mudança para uma jornada de 8 horas começou com a Revolução Industrial Inglesa. Para maximizar os resultados nas linhas de produção, as fábricas precisavam de horários fixos para seus empregados. 
 A jornada de 8 horas não se encaixa no estilo de vida e métodos de trabalhos modernos. Na verdade, deveríamos trabalhar menos horas e mais inteligentemente: as pessoas muitas vezes confundem ocupação com produtividade e essa confusão pode dar origem a empregados cada vez mais cansados, estressados e improdutivos.
Em vez disso, quando devemos trabalhar? Quando somos mais produtivos! Cada indivíduo tem um padrão de produtividade que difere dos outros.
Mas há uma regra geral que deve ser compartilhada por todos: intervalos devem ser feitos durante o dia. Sem essas pausas propositais nosso cérebro não tem tempo para se recuperar e processar as informações.
Para maximizar a produtividade, você deve achar uma rotina que te permita planejar as tarefas mais complicadas durante as suas horas mais produtivas e focar em uma tarefa de cada vez e evitar o chamado multitasking ( realização de múltiplas tarefas ao mesmo tempo).
Não faltam alternativas às 8 horas de trabalho diárias, mas quantas realmente funcionam? Dentre as mais conhecidas e funcionais estão: sistema dos intervalos de 15 minutos, Técnica Pomodoro e o sistema de blocos de 90 minutos. A primeira alternativa consiste em planejar dois intervalos de 15 minutos durante seu dia de trabalho, de preferência um no meio da manhã e outro no meio da tarde. O horário das 15 horas foi considerado o menos produtivo do dia, por isso é a melhor hora para fazer um intervalo e recuperar as suas energias. 
A chamada técnica "pomodoro" consiste em alternar 25 minutos de concentração com 5 minutos de descanso. Faça 4 pomodoros (100 minutos de trabalho com 15 minutos de intervalo) e depois faça mais 15-20 minutos de intervalo. Depois de cada pomodoro, marque seu progresso com um X, e quantas vezes você sentiu vontade de procrastinar.
O sistema de blocos de 90 minutos funciona assim: divida seu dia em blocos de 90 minutos e dê uma tarefa para cada um. Foque sua energia e atenção nessa tarefa por 90 minutos. Depois desses 90 minutos faça um intervalo de 20 minutos. Para melhorar o seu foco, você deve evitar qualquer forma de distração e priorizar o trabalho nestes blocos de 90 minutos.
O trabalho moderno é mais como administrar energia, não tempo. O ideal no seu dia de trabalho é equilibrar a flexibilidade com a colaboração em equipe- eliminando reuniões longas e desnecessárias por meio de um trabalho mais estruturado e transparente e melhor comunicação.
Fonte: Brasil Post

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade