Quantificação do Envelhecimento Biológico em Humanos

Cientistas desenvolveram uma metodologia capaz de avaliar o envelhecimento humano a partir do estudo de pessoas jovens sem doenças crônicas. Segundo eles, jovens de mesma idade cronológica apresentam variações em diversos parâmetros que medem o envelhecimento biológico

A população mundial está envelhecendo rapidamente e, consequentemente, a morbidade por doenças relacionadas com a idade também tem aumentado de forma veloz.. A ciência, por sua vez, tem procurado desenvolver terapias  de rejuvenescimento na tentativa de driblar esse processo natural.
A justificativa para as chamadas  intervenções antienvelhecimento reside no fato de que elas  são necessárias para diminuir o fardo das doenças e preservar a produtividade da população. 
A maioria das pesquisa sobre o envelhecimento humano examina os indivíduos mais velhos, muito deles com doenças crônicas. Segundo um trabalho recente de uma equipe de cientistas, as intervenções para retardar o envelhecimento humano precisam ser aplicadas nos indivíduos jovens e não nos idosos. 
Um artigo publicado na PNAS, avaliou os efeitos do envelhecimento humano a partir de um estudo com 954 indivíduos jovens, envolvendo o rastreamento de vários biomarcadores com o objetivo de projetar os parâmetros de envelhecimento dessas pessoas nas próximas décadas. A metodologia desenvolvida pelos cientistas permitiu quantificar o ritmo coordenado de deterioração fisiológica de vários sistemas orgânicos como o sistema  pulmonar, o cardiovascular, o periodontal, o renal, o hepático e a função imunológica. Os cientistas aplicaram esses métodos em pessoas jovens que ainda não haviam desenvolvido nenhuma doença relacionada com a idade.
Uma das conclusões interessantes da pesquisa foi a comprovação de que jovens de mesma idade cronológica apresentam variações em diversos parâmetros que medem o "envelhecimento biológico". Uma outra proposta do estudo foi avaliar se aqueles indivíduos jovens que envelhecem mais rápido se sentem realmente mais velhos e aparentam ter mais idade.
Fonte: PNAS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade