Domesticados Duas Vezes

Um novo estudo sugere que a domesticação  de lobos selvagens que resultou nas múltiplas raças de cachorros que conhecemos atualmente ocorreu duas vezes há milhares de anos em duas partes opostas da Eurásia. Os resultados mostraram uma separação genética entre as populações de cachorros que vivem na Europa e no extremo leste da Ásia, assim como a aparição de cães em ambos os locais há mais de 12.000 anos.  Porém, uma delas não parece ter deixado sinais nos genomas das raças modernas.

De acordo com um novo estudo publicado esta semana pela revista Science, a domesticação de lobos selvagens que resultou nas múltiplas raças de cachorros que conhecemos atualmente ocorreu duas vezes há milhares de anos em duas partes opostas da Eurásia - uma delas na Europa e a outra no extremo leste da Ásia.
Até agora, vigoravam duas teorias na comunidade científica: uma que apontava a origem da domesticação na Europa e outra na China. O novo estudo de um grupo internacional liderado pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, reúne ambas as teses.
Para a realização do estudo, os pesquisadores reconstruíram o genoma de um cachorro de tamanho médio de 4.800 anos atrás a partir de ossos encontrados na Irlanda, assim como o DNA de outros 59 cães que viveram há 3.000 e 14.000 anos, e compararam com as estruturas genéticas de 2.500 cães modernos
Os resultados mostraram uma separação genética entre as populações de cachorros que vivem na Europa e no extremo leste da Ásia, assim como a aparição de cães em ambos os locais há mais de 12.000 anos.  Porém, uma delas não parece ter deixado sinais nos genomas das raças modernas.
Os autores apresentaram como hipótese que duas populações de lobos geneticamente distintas e potencialmente extintas na Eurásia do leste e do oeste podem ter sido domesticadas antes do advento da agricultura assentada. A população oriental teria se dispersado para o oeste junto com os humanos em algum momento entre 6.400 e 14.000 para a Europa Ocidental, onde eles parcialmente substituíram uma população paleolítica de cães nativos.
Para entender melhor essa dupla domesticação dos cães, assista ao vídeo produzido pela Science. 
Para saber mais, clique nos links acima

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas