A Voz da Fertilidade

Existe atualmente um debate entre cientistas que discute se existem mudanças significativas nas fêmeas durante seu período fértil que poderiam de alguma forma alertar os machos.
Algumas pesquisas sugerem que as mulheres, inconscientemente, anunciam sua fertilidade a seus companheiros, através de uma pequena mudança na voz. Os estudos mostram que a voz pode se tornar mais aguda por causa das alterações do nível do hormônio estrogênio no corpo da mulher. Entretanto, novos testes realizados no Centro Alemão de Primatas, na Alemanha, indicam que as mudanças nas vozes podem ser enganosas.
De acordo com a psicologia evolutiva padrão, os homens têm um incentivo para detectar quando as mulheres estão de fato preparadas para se tornarem mães, aumentando as chances de perpetuar sua linhagem genética. Mas, até hoje, não se sabe se existe algum sinal detectável enviado pelas mulheres para seus parceiros.
A maioria dos evolucionistas acreditam que a fertilidade feminina não é anunciada mas mascarada para garantir a fidelidade de seus parceiros. Sem saber o período exato de ovulação das fêmeas, os machos precisariam acasalar regularmente, para garantir o sucesso reprodutivo, impossibilitando a procura por outras parceiras. Além da fidelidade, as fêmeas e a prole se beneficiam com a presença do macho, que garante a proteção e alimentação.
O estudo, publicado no periódico PLoS One, realizou a caracterização das vozes de 23 mulheres alemãs por dia, durante um ciclo menstrual. Eles analisaram a variação de tom, rouquidão, soprosidade e harmônicos. As mulheres também forneceram amostras de urina durante este período, para que seus hormônios e o dia exato da ovulação pudessem ser definidos.
A equipe, liderada por Julia Fisher, descobriu que as vozes se tornavam mais agudas três dias antes da ovulação, baixando durante a ovulação, e então tornando-se aguda novamente. Dessa forma, o padrão faz com que seja improvável que os homens possam usar a voz de mulher como um sinal de acasalamento confiável, ou seja, que garanta a reprodução.
As diferentes vozes gravadas foram tocadas para um grupo de homens heterossexuais alemães. Nesta etapa, os pesquisadores encontraram uma leve preferência para as vozes gravadas durante o período de pré-ovulação. Entretanto, não pode ser observado nenhum padrão claro de preferência. Portanto, a escolha das vozes pode não estar relacionada com o período do ciclo menstrual feminino.
“É importante que [a equipe de Fischer] tenha analisado as mulheres diariamente, isso nos permite ver a complexidade que o nosso método não foi capaz de identificar", disse Gregory Bryant, um pesquisador da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, que participou dos estudos que afirmaram que as vozes das mulheres tornavam-se mais aguda conforme se aproximavam do período de alta fertilidade."Eu não acho que os resultados descartam uma sugestão vocal da ovulação que os homens possam perceber inconscientemente", afirma Bryant.


Comentários

  1. Ótima postagem pois mostra como o ser-humano pode sofrer transformações inconscientemente durante o período reprodutivo e outro individuo também perceber estas transformações inconscientemente

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas