Uma Reflexão Sobre as Zoonoses



As zoonoses são doenças que podem infectar tanto homens quanto animais e serem transmitidas entre ambos, nas duas vias, em condições naturais. Os órgãos competentes para que haja o controle dessas enfermidades são os Centros de Controle de Zoonoses (CCZ), desenvolvendo sistemas de vigilância sanitária e epidemiológica.


Zoonoses são doenças de animais transmissíveis ao homem. Os agentes que desencadeiam essas afecções podem ser microrganismos diversos, como bactérias, fungos, vírus e alguns vermes parasitas (helmintos, por exemplo). Os órgãos competentes para que haja o controle dessas enfermidades são os Centros de Controle de Zoonoses (CCZ), desenvolvendo sistemas de vigilância sanitária e epidemiológica.
Em 2012 o veterinário Luiz Elias Bouhid de Camargo, elaborou conceitos importantes sobre a construção desses centros e suas políticas de gestão. De acordo com Luiz, “os centros de controle de zoonoses desempenham suas funções através do controle de populações de animais domésticos e controle de populações de animais sinantrópicos – aqueles animais que se adaptam a viver junto com o homem. Essa ação é baseada em trabalhos educativos, procurando esclarecer e contar com a colaboração e participação de toda sociedade, complementada por ações legais e fiscais.”
O homem e os animais começaram a disputar o mesmo espaço pela sobrevivência. Esse convívio mútuo e fora das leis naturais acarretou uma série de impactos ambientais. A intromissão teve como consequência a inclusão do homem no ciclo de desenvolvimento das doenças ocasionadas apenas em certas espécies de animais. As chamadas zoonoses ficaram populares por se alastrarem dos animais para os homens dentro das áreas urbanas e rurais. Dentre as mais comuns estão a raiva e a leishmaniose – também conhecida como calazar. Os centros de Controle de Zoonoses são responsáveis pelos animais abandonados e doentes, controlando a população destes com eutanásia (se “for o caso”) e com os programas de adoção, que são direcionados para pessoas e universidades – direcionado à vertente de estudos.

São atribuições das CCZ:

1- Planejar, implantar e executar as atividades de vigilância de zoonoses, doenças transmitidas por vetores e agravos causados por animais que ofereçam risco à saúde pública;

2 -Realizar inspeções zoossanitárias, visando o cumprimento de normas e padrões de interesse sanitário nacional, estadual ou municipal. Inspeções zoosanitárias: são inspeções realizadas em imóveis, terrenos baldios, vias e logradouros públicos e coleções hídricas envolvendo animais de interesse à saúde pública, objetivando a eliminação, diminuição ou prevenção de risco à saúde;

3 -Propor ações integradas entre os diferentes setores (saúde, agricultura, meio ambiente, educação, entre outros) sempre que possível e principalmente em casos emergenciais, visando melhor solução de forma oportuna;

4-Promover, implantar, apoiar programas e ações éticas de adoção de animais alojados nas UVZ, visando à adoção de animais saudáveis e aptos ao convívio social;

5 Realizar necropsia de animais de interesse à saúde pública, de acordo com as normalizações técnicas específicas para cada doença ou agravo;

6 Realizar a coleta, acondicionamento e conservação de amostras biológicas de animais para encaminhamento aos laboratórios, conforme fluxos estabelecidos, com vistas ao diagnóstico laboratorial das zoonoses ou agravos;

7- Elaborar e implantar o Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS), dos CCZ’s;

8- Manter capacitados os seus profissionais em vigilância das zoonoses e agravos por animais que ofereçam risco à saúde pública;

9- Subsidiar, organizar e avaliar informações relacionadas à vigilância epidemiológica das zoonoses e dos agravos causados por animais que ofereçam risco à saúde pública, conforme normalização oficial vigente;

10- Propor, participar, apoiar, colaborar, realizar parcerias, intra e interinstitucionais, para a realização de ações, atividades de controle de animais que ofereçam risco à saúde pública, que fazem interface com saúde humana, saúde animal e meio ambiente.

Entre as zoonoses mais conhecidas e importantes no Brasil, podemos citar a febre amarela, a malária, a hantavirose, a doença de chagas, a raiva humana e animal, a leptospirose e a peste.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

Sensibilidade e Especificidade