Insetos do Amor

Insetos conhecidos como insetos do amor (Love Bug) passam a vida adulta em cópula. Nesta espécie, o acasalamento pode durar até 56 horas. O casal fica grudado pelo final do abdome e assim permanecem durante toda a vida, até mesmo para comer e voar


Insetos da espécie Plecia nearctica são mais conhecidos como Love Bug ou inseto do amor, devido ao fato de passar a vida adulta toda em cópula. Assim que a fêmea emerge da pupa, já tem um macho a sua espera e a cópula acontece quase imediatamente. O casal fica grudado pelo final do abdome e assim vivem durante toda vida, até mesmo para comer e voar. A cópula dura pelo menos 3 dias, que é o tempo de vida do macho.

Este tipo de inseto é bastante comum em várias partes da América Central e do sudeste dos Estados Unidos, especialmente no Texas e na Louisiana. Possuem um aspecto fosco e um pouco aveludado, exceto pela parte torácica que é vermelha. Os machos possuem em média de 6 a 7 mm e pesam de 6 a 10 mg, já as fêmeas têm em média de 7 a 9 mm e pesam de 15 a 25 mg. A diferença de peso entre os sexos, dá-se pelos ovários, que são compostos por 70% de proteínas. Os machos têm um período de vida de dois a três dias e as fêmeas de até uma semana.
O seu acasalamento chega a durar 56 horas. Uma das hipóteses para a demora seria que, durante o acasalamento, o macho não transferisse apenas espermatozoides para a fêmea, mas também proteínas e carboidratos, que ajudam na fertilização dos ovos, que são depositados pouco tempo depois da cópula em locais gramados. A fêmea põe cerca de 320 ovos.
Uma vez por ano, os besouros-do-amor ( como também são chamados estes insetos, embora sejam dípteros e não coleópteros) infestam as áreas onde são encontrados e arredores. Eles são atraídos, geralmente no inverno, pelos mais diversos tipos de luzes que encontrarem em seu caminho.
Fonte: Wikipedia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

A Importância Ecológica das Baratas

Tecnologia Indígena