Dia Nacional do Observador de Pássaros

Brasil terá dia dedicado à observação de pássaros livres na natureza. No dia 10 de outubro acontecerá pela primeira vez o "Brasil Big Day", dia reservado para a observação de aves. Além de aumentar a consciência da conservação das espécies, a atividade melhora a interação cerebral, diminui a chance de doenças degenerativas, reduz o estresse e traz o homem de volta à natureza.

Pela primeira vez no Brasil, no mês de outubro acontece o “Brasil Big Day”, dia reservado para observação de pássaros. Promovido aqui pela Organização Não-Governamental Save Brasil, a data já é realizada nos Estados Unidos há alguns anos e em maio de 2015 foi celebrada mundialmente (Big Global Day).
Segundo o professor de Zoologia, Dalci Maurício Miranda de Oliveira, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que também é observador de pássaros, a atividade é importante tanto para a preservação da natureza quanto para a melhoria de qualidade de vida. “A observação de aves dá ao observador a consciência da conservação das espécies”, afirmou o professor numa entrevista. “Além disso, melhora a interação cerebral e diminui a chance de doenças degenerativas. A observação ainda diminui o stress, traz o homem de volta à natureza e o incentiva a praticar atividades ao ar livre”.
No Brasil, já são vinte mil observadores, o que torna o país o segundo com o maior número de espécies diferentes observadas (no total, 1901). No mundo, o país mais observador é os Estados Unidos: “Nos Estados Unidos existem pessoas que tiram um ano inteiro só para observar pássaros”, conta Dalci.
Os pássaros podem ser identificados, fotografados, gravados (em vídeo ou áudio) e os registros são enviados para a maior database do mundo, organizada pelo Laboratório de Ornitologia da Universidade de Cornell (EUA). No total, já foram identificadas 10201 espécies no mundo.
O Brasil possui seu próprio site também, com 1855 espécies registradas até o momento. O próximo dia dez de outubro, quando acontece o ‘Brasil Big Day’, tem por objetivo aumentar tanto o número de observadores quanto o de espécies. E o professor Dalci garante que não é difícil.
Fonte: Anda 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas