O Espírito Natalino Está no Cérebro

Uma equipe de cientistas da Universidade de Copenhague mapeou o cérebro de 20 participantes e identificou as áreas que são ativadas por ocasião das festas natalinas. A análise revelou que aquelas pessoas que não gostam ou são indiferentes ao Natal não têm essas áreas específicas ativadas por algum motivo ainda desconhecido.

Aquelas pessoas que por algum motivo detestam as festas natalinas, como Ebenezer Scrooge. o famoso protagonista do Conto de Natal de Charles Dickens, parecem que encontraram uma explicação científica para a sua falta de entusiasmo com esta data festiva. Segundo um novo estudo, conduzido pela Universidade de Copenhague e publicado na edição especial de Natal da revista British Medical Journal (BMJ), estas pessoas carecem de ativação de 5 áreas específicas do cérebro responsáveis por despertar o chamado espírito natalino no ser humano.
Como todos os anos, a edição especial da BMJ inclui pesquisas que podem despertar mais sorrisos do que verdadeiro interesse científico, embora tenham sido realizadas com muito esmero metodológico. E para descobrir quais são as 5 áreas que são ativadas pelo espírito natalino, os pesquisadores examinaram um total de vinte participantes, divididos em dois grupos de acordo com suas respostas a um questionário: o Grupo Natalino ( aqueles que comemoram o Natal e o associam com sentimentos positivos) e o Grupo Não-Natalino ( grupo dos que não celebram o Natal e têm uma sensação neutra em relação a esta festividade)
Cada participante foi monitorado enquanto assistia a 84 imagens com óculos de vídeo. As imagens foram exibidas por dois segundos, e depois de seis turnos consecutivos com um tema natalino, mostrava-se outras seis com outros temas cotidianos, sem relação com a festividade.
O monitoramento cerebral foi realizado utilizando Imagens de Ressonância Magnética Funcional (fMRI, na sigla em Inglês) que medem as alterações que ocorrem na oxigenação e no fluxo sanguíneo no cérebro em resposta à atividade neuronal. Com estes dados, é possível elaborar mapas que mostram a ativação das partes do cérebro estão envolvidas em um determinado processo mental.
A equipe analisou as diferenças entre os  mapas para comprovar a ativação cerebral específica relacionada com o Natal e os resultados mostraram que cinco áreas do cérebro responderam muito mais ás imagens relacionadas com as festas de fim de ano no Grupo Natalino do que no Grupo Não-Natalino.
Estas áreas incluem o córtex motor primário e o córtex pré-motor, o lobo parietal superior, o lobo parietal inferior e córtex somato-sensorial primário. Estas são as áreas normalmente associadas com a espiritualidade, sentidos somáticos e reconhecimento das emoções faciais, entre muitas outras funções. Por exemplo, os lobos parietais direito e esquerdo desempenham um papel no sentido da auto-transcendência.
Apesar destes resultados, os autores ressaltam que mais pesquisas são necessárias para entender o espírito natalino e aprofundar a presença de outros potenciais circuitos festivos no cérebro, tais como os relacionados com as celebrações da Páscoa e outras festividades.
Fonte: SINC


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas