Uma Proteína Essencial para a Fertilidade

Pesquisadores espanhóis identificaram pela primeira vez uma proteína responsável pelas diferenças na taxa de recombinação meiótica entre os indivíduos , sugerindo o seu possível envolvimento na infertilidade feminina humana. Segundo eles, a proteína SIX6OS1 é essencial para  a formação do chamado complexo sinaptonêmico, uma estrutura que possibilita o emparelhamento dos cromossomos paternos e maternos durante a gametogênese.

Uma equipe de pesquisadores espanhóis da Universidade da Salamanca identificou pela primeira vez uma proteína responsável pelas diferenças na taxa de recombinação meiótica entre os indivíduos, sugerindo o seu possível envolvimento na infertilidade feminina humana. O estudo, publicado essa semana na Nature Communications concluiu que a proteína SIX6OS1 é essencial para a formação do complexo sinaptonêmico, uma elaborada estrutura que possibilita o emparelhamento dos cromossomos homólogos paternos e maternos durante o processo de formação dos gametas ( esse emparelhamento recebe o nome de sinapse cromossômica).
Durante a formação dos gametas, óvulos e espermatozóides, o nosso DNA - representado na forma de dois conjuntos de 23 cromossomos (um paterno e outro materno) - sofre uma redução precisa do seu conteúdo ao meio, o que é conhecido como a divisão meiótica, permitindo que a cada membro do casal forneça a metade dos cromossomos aos seus descendentes. O emparelhamento desses cromossomos permite a ocorrência de recombinações entre os cromossomos paternos e maternos na meiose.
Mudanças na frequência da taxa de recombinação dos gametas (processo conhecido como crossing-over) são responsáveis ​​pela infertilidade humana como a azoospermia e a falência ovariana prematura, bem como a presença de três cópias do cromossomo 21 em indivíduos com síndrome de Down.
Mediante o desenvolvimento de camundongos deficientes em SIX6OS1 e utilizando técnicas de edição genômica, a equipe de cientistas demonstrou que a deficiência desta proteína provoca a ausência total de recombinação meiótica resultando em esterilidade.
Para saber mais, clique nos links acima

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas